O uso de agrotóxicos é uma prática comum e geralmente é utilizado para proteger o plantio de pragas, porém se utilizados em excesso e de maneira inadequada, a substância pode causar graves danos à saúde do consumidor e dos produtores rurais.
SAÚDE

Entenda os riscos do agrotóxico para a sua saúde

Os agrotóxicos apresentam um grande risco para a saúde e dependendo do tipo de produto e do tempo de exposição.

A contaminação por agrotóxicos pode apresentar sintomas como cólicas abdominais, náuseas, tontura, dificuldades respiratórias, vômitos, tremores.

O uso de agrotóxicos é uma prática comum e geralmente é utilizado para proteger o plantio de pragas, porém se utilizados em excesso e de maneira inadequada, a substância pode causar graves danos à saúde do consumidor e dos produtores rurais. Segundo dados fornecidos pela Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco), o Brasil ocupa o primeiro lugar no ranking mundial de países que mais fazem uso de agrotóxicos e que cerca de um terço dos alimentos que chegam em nossa casa estão contaminados com a substância.

RISCOS – Os agrotóxicos apresentam um grande risco para a saúde e dependendo do tipo de produto e do tempo de exposição, podem apresentar consequências a médio ou longo prazo. Segundo relatórios divulgados pelo Instituto Nacional do Câncer, a ocorrência dos casos de câncer pode ser associada ao aumento do uso desse tipo de produto.

A contaminação por agrotóxicos pode apresentar sintomas como cólicas abdominais, náuseas, tontura, dificuldades respiratórias, vômitos, tremores, irritações na pele, olhos, nariz e garganta e em casos mais graves desmaios, convulsões, coma e até mesmo falecimento. As intoxicações consideradas crônicas são aquelas causadas por exposições a longo prazo ao produto e possuem graves consequências. Exposições prolongadas podem causar má formação congênita dos fetos e aborto, lesões cerebrais e hepáticas, paralisias, tumores e alterações comportamentais.

PREVENÇÃO – Devido ao seu uso em larga escala, é praticamente impossível fugir desse tipo de substância, seja por ser um trabalhador rural que precisa manuseá-la ou através do consumo, porém algumas medidas são possíveis a fim de minimizar os danos. Caso seja um trabalhador rural, verifique a procedência dos produtos e utilize todo o equipamento de proteção, caso sinta sintomas como náuseas, dores de cabeça, vômitos, falta de ar ou convulsões, procure por um médico imediatamente, isso pode ser o início de uma intoxicação por agrotóxicos. Em tentativa de se livrar dos agrotóxicos, o consumidor procura lavar bem os alimentos com água sanitária e bicarbonato de sódio, porém a medida não é o suficiente para se livrar da substância, visto que os agrotóxicos podem penetrar nos tecidos dos vegetais. Sendo assim, para escapar dos agrotóxicos, opte pelo consumo de alimentos orgânicos, produzidos sem a utilização desses componentes tóxicos.

ALIMENTOS MAIS AFETADOS – Recentemente, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) divulgou uma lista dos alimentos que utilizam uma maior quantidade de agrotóxicos durante seu cultivo. Segundo o relatório, o pimentão, morango, pepino, alface e cenoura são os alimentos que possuem as maiores quantidades de agrotóxicos.

Alimentos como o feijão, a cebola, manga, batata e repolho aparecem no final da lista e não possuem grandes quantidades de agrotóxicos. Alimentos orgânicos podem chegar com um preço mais alto as gôndolas do supermercado, porém são opções mais saudáveis ao menos para substituir os líderes do ranking da Anvisa. Nem sempre o alimento mais vistoso é o melhor para a sua saúde. Realização: Amil Dental  

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *