ato em defesa a lula no uruguai radargeral.com foto ptato em defesa a lula no uruguai radargeral.com foto pt
Política

Haddad participa de ato em defesa de Lula no Uruguai

Na sequência ocorreu um ato público em defesa da democracia brasileira.

A visita ao carismático “Pepe” Mujica aconteceu as 17h, hora de Brasília.

Em agenda intensa ontem (11) em Montevidéu, Fernando Haddad e um grupo de parlamentares do PT farão uma visita ao ex-presidente uruguaio, José “Pepe” Mujica, e participarão de ato público com dirigentes e lideranças da Frente Ampla, coalizão de partidos que desde 2005 governa o Uruguai.

As atividades foram sugeridas pela deputada Benedita da Silva (PT-RJ), integrante do Parlamento do Mercosul, que teve sessão nesta segunda-feira (10). Os senadores Humberto Costa (PT-PE) e Lindbergh Farias (PT-RJ), outros membros petistas do Parlasul, também acompanham Haddad na passagem pela capital uruguaia.

A visita ao carismático “Pepe” Mujica aconteceu as 17h, hora de Brasília, na chácara onde o ex-presidente vive, no bairro Rincón del Cerro, a 20 Km do centro de Montevidéu. Em seguida, às 19h, Haddad e a comitiva parlamentar tiveram  reunião com Javier Miranda, presidente da Frente Ampla.

Na sequência ocorreu um ato público em defesa da democracia brasileira e do ex-presidente Lula na Casa Sindical Pepe D’Elia. A atividade, prevista para as 20h, e organizada pelo Comitê em Defesa da Democracia e da Liberdade de Lula e contará com a participação da Bancada Progressistas do Parlasul, composta por parlamentares da Argentina, Bolívia, Brasil, Paraguai, Uruguai e Venezuela. O ato terá transmissão online.

Por fim, Haddad terá um jantar com Daniel Martinez, prefeito de Montevidéu e um dos quatro pré-candidatos da Frente Ampla para a eleição presidencial do Uruguai, que ocorrerá em outubro do próximo ano. Os outros três pré-candidatos da coalizão são Carolina Cosse, atual ministra de Indústria, Mineração e Energia do governo Tabaré Vázquez; Óscar Andrade, dirigente sindical; e Mario Bergara, ex-ministro de Economia e Finanças e ex-presidente do Banco Central do Uruguai.

Parlasul – O Uruguai assumiu  segunda-feira (10) a presidência do Parlamento do Mercosul com Daniel Caggiani, 35, da Frente Ampla. O mandato tem um ano de duração e em 2017 o cargo foi ocupado pelo deputado brasileiro Arlindo Chinaglia (PT-SP).

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *