pm que matou jovem ode ter si suicidado serra es radargeral.com
Polícia

Militar que matou jovem na Serra (ES) encontrado morto

A suspeita é de que ele teria se suicidado com um tiro do lado direito da cabeça.

No momento em que Thalita pagava a conta e entregava sua comanda ao segurança, o policial começou a atirar.

O soldado da polícia militar, de 26 anos, suspeito de matar a jovem Thalita do Carmo Pereira, 19, e balear o segurança da boate, Hélio Soares Bastos Júnior, 27, na madrugada deste sábado (18), na Serra, foi encontrado morto na manhã deste domingo (19), no bairro Amarelo, em Guarapari, na Região Metropolitana de Vitória. A suspeita é de que ele teria se suicidado com um tiro do lado direito da cabeça. O corpo foi encontrado em um sítio e foi encaminhado para o Departamento Médico Legal para mais exames e liberação da família. Segundo a polícia, o PM estava na boate, pagou a conta e saiu do local, mas depois quis voltar. O segurança não permitiu sua entrada e começaram a discutir. No momento em que Thalita pagava a conta e entregava sua comanda ao segurança, o policial começou a atirar. Os disparos atingiram a mulher o segurança.

Thalita do Carmo Pereira, baleada dentro da boate na Serra (Foto: Acervo Pessoal)Thalita do Carmo Pereira, baleada dentro da boate na Serra.A jovem foi baleada com um tiro no rosto e morreu no local. O segurança foi atingido por quatro disparos e socorrido para o hospital Jayme dos Santos Neves.

SAIBA MAIS – Os supermercados brasileiros tiveram R$ 7,11 bilhões de perda do faturamento bruto em 2016 em razão de furtos, erros ou quebra operacional, de acordo com dados da Associação Brasileira de Supermercados (Abras). O resultado representa 2,1% do total faturado pelas redes varejistas no ano passado, um aumento de 0,14 ponto porcentual ante igual período do ano anterior. As Polícias Civis são instituições históricas, tipicamente brasileiras, que exercem funções de polícia judiciária, nas unidades federativas do Brasil, cuja função é, de acordo com o artigo 144 da Constituição Federal de 1988, o exercício da segurança pública.[1] As polícias civis são subordinadas aos Governadores dos Estados ou do Distrito Federal e Territórios e dirigidas por delegados de polícia de carreira. Ainda de acordo com o artigo 144, § 4º, da Constituição Federal, que especifica o papel das Polícias Civis, são funções institucionais destas, ressalvada a competência da União: apurar infrações penais, exceto as militares E o exercício das funções de polícia judiciária.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *