caso pastor george e juliana salles
Polícia

Juiz de Linhares acusa Juliana de omissão por morte dos filhos

Dobre seu capital em 30 Dias!

Segundo uma investigadora que falou com a nossa reportagem, a acusada está numa cela sozinha de 4×3 metros .

Ela será encaminhada a Linhares assim que policiais de Linhares forem buscá-la na cidade mineira .

Juliana ainda presa no DPJ do município
Juliana informou a polícia que em Linhares não podia sair às ruas e por isso teria ido para a cidade mineira, conforme informou  ao Radar Geral  a investigadora PC Nathamires Rodriguês

O juiz de Direito da Vara Criminal de Linhares, no Norte do Estado, André Bijos Dadalto, mandou prender Juliana Salles sob a acusaão de que seria   cúmplice por omissão da morte de seus dois filhos, Joaquim Alves,3, e Kauã Salles Burkivsky, 6. Ela encontra-se presa  no departamento de Polícia Judiciária (DP) de  Teófilo Otoni, no Vale do Jequitinhonha, há 595 quilômetros da capital mineira.

No dia do crime Juliana  estava participando de um congresso religioso no interior de Minas Gerais e o pastor – que encontra-se preso num presídio na Grande Vitória –  ficou em casa com as duas crianças. O delegado que acompanhou os fatos disse na época que o acusado molestou, espancou e matou os meninos.

A Polícia Militar 8ª Região em Governador Valadares, distante cerca de 137 quilômetros de onde Juliana está presa, informou ao Radar Geral “que recebeu informações de que a acusada estaria em Teófilo Otoni e repassou o caso para o Setor de Inteligência da 15ª Região da Polícia Militar, naquela cidade, que conseguiu localizá-la e efetuar a prisão”.

Conforme ainda a polícia. “Juliana  encontrava-se na casa de uma amiga, juntamente com o filho de um ano e um mês. Foi conduzida, na madrugada de hoje (20) em perfeita condição física até a Delegacia de Polícia da acompanhada de sua advogada, para adoção das medidas cabíveis ao caso”. Radar Geral não consegiu falar com a advogada. Às 14 horas de hoje (20) Juliana será levada para um presídio localizado há 15 kilômetros da sede, na localidade de São Miguel do Pita, onde deverá permanecer até a chegada de policias de Linhares

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *