Geral

10 VÍDEOS QUEBRANDO O PAU – nas ruas em várias partes da Argentina e pouca repercussão na mídia brasileira; mulher presa por estar sem máscara na maior quarentena mundial

 

O governo argentino decretou uma quarentena obrigatória em 20 de março, que segue vigente; país a beira do caos e da fome.

Uma multidão saiu às ruas, neste domingo (13), em diferentes pontos da Argentina em protesto contra o governo de Alberto Fernández e a quarentena obrigatória imposta para tentar conter o coronavírus.

O governo argentino decretou uma quarentena obrigatória em 20 de março, que segue vigente.

Os protestos, chamados “banderazos”, reúnem cidadãos usando máscara nas ruas das principais cidades do país e perto de estradas.

Convocado pelas redes sociais através as hashtags #13STodosALasCalles, #13SPorLaRepublica e #13SJuntosContraLaIMPUNIDAD, o protesto tratou-se mais de uma mobilização popular contra Fernández, com pessoas e veículos exibindo bandeiras nacionais.

A Argentina atravessa uma dura crise econômica e está em recessão desde 2018.

Um total de 40% da população vive na pobreza. O desemprego atingiu 10,4% no primeiro trimestre e a cifra se agrava devido ao confinamento obrigatório, destaca a revista IstoÉ.

 

Continua

 

Continua

 

Continua

 

Continua

 

Continua

 

Continua

 

Continua

Mulher presa por estar sem máscara

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *