Economia

VÍDEO EMPREGO EM LINHARES – Maior rede de odontologia da América Latina vai se instalar na cidade e em outras cinco do ES

 A Sorridents tem planos para se instalar em Linhares e ainda nos municípios de São Mateus, Cachoeiro do Itapemiri, Aracruz, Colatina e Vitória.  Ela é considerada a maior do setor da América Latina. Vídeo abaixo:

 A Sorridents prevê investimentos  de R$ 2,88 milhões. Em todo do país serão inauguradas 144 unidades. A Marca fechou 2019  com 360 milhões de faturamento e quer aumentar para  R$ 485 milhões esse ano.

  A Sorridentes já tem 4 clínicas no Espírito Santo que faturaram em 2019 R$ 7,2 milhões. As informações são da colunista Beatriz Seixas, do excelente portal A Gazeta. * Pena que, possivelmente, poucos homens serão contratados, como acontece atualmente em quase todos os setores empresarial e de comércio. E isso é muito grave. Em 40 anos, a mulher européia foi em peso ao mercado de trabalho ocupando quase todas as posições. Mas no decorrer desse tempo, não teve, não quis e não pode fazer filhos. Com isso, reduziram a taxa de natalidade para 1,3 filhos casal, incluindo a Rússia. Com 1,3 filhos casal não se controla o número de mortos e nascidos.

 Ou seja, a cultura é extinta. Toda a Europa já caiu para os muçulmanos que tem taxa, em média, por casal, 8,1 filhos, em seus países de origem e no continente europeu. Quem segura. O Islã possui a “Agenda Muçulmana” de dominar todo o Ocidente. Hoje vemos presidentes da Alemanha e da Islândia, por exemplos, e prefeitas, deputadas, senadoras e vereadoras ainda por toda a Europa. A partir de 2050 em diante, quando eles (muçulmanos)  serão a maioria da população e nunca,   nunca mais as mulheres ocuparão posição política alguma na Europa, pois a Sharia, baseada no Alcorão, escrito por Maomé, o Santo Profeta para os muçulmanos,  a mulher, os judeus, os cristãos e gays são seres inferiores.

 Para quem não sabe, na Bélgica, por exemplo, os muçulmanos já “exigem” a Sharia para terem o direito de chicotear  as belgas não virgens, apedrejar as belgas adúlteras e enforcar os gays que eles consideram “sujos, porcos e imundos”.  Em toda a Europa gays já são chicoteados com correntes de ferro e espancados.

 Na Alemanha, em muitas cidades,  uma jovem não pode nem sair mais de camiseta porque leva tapa na cara dos muçulmanos. Na Áustria os muçulmanos invadem clubes com piscinas e espancam as meninas que estão de biquinis. Já quase não há os famosos cafés da França onde ainda uma mulher pode fumar seu cigarro, tomar um café ou ler um jornal. Na França, ainda, em muitas cidades do interior a mulher não pode sair sozinha sem a companhia de um homem porque é espancada, conforme determina a cultura islâmica. Em toda a Europa os números de estupros por parte dos muçulmanos fugiu do controle já que ele não respeita a mulher por considerá-la fraca e inferior.  E tem muita mais, e mais, pesquise no Youtube, no Google e verá a tragédia que se abateu sobre a Europa onde, nossa geração, assiste o fim de sua cultura, muitos brasileiros não tem nem a mínima noção disso.

 O feminismo vem a anos nos chamando de “machistas e opressores”, vangloriando “as conquistas e avanços das mulheres”, quando não houve avanço algum, e sim, a mulher moderna destruiu as bases da cultura ocidental judaica cristã porque se esqueceu da sua real natureza na terra como fêmea: nos dar filhos, muito filhos. Na Europa, já se fecharam mais de 3 mil igrejas cristãs  por falta de gente. Em seus lugares estão surgindo mesquitas. O Brasil segue o mesmo exemplo feminista.

 Na nossa época contemporânea houveram guerras, que vão e vem, como a Revolução Espanhola; Revolução Cubana; Primeira e Segunda Guerra Mundial; Revolução Bolchevista de 1917, na Rússia; desintegração da antiga Iuguslávia, do General Tito, com sangrentas batalhas; genocído no Camboja, com o Khmer Vermelho, de Pol Pot e outros conflitos . Em todos esses conflitos foram os “machistas” que enfrentaram granadas, morteiros, metralhadoras e, quando acabava a bala, tinha de enfrentar o adversário no punhal para não morrer.

  Os “Machistas” que sobreviveram a esses conflitos voltaram para suas famílias neuróticos, surdos ou aleijados. Os “Machistas” lutaram para defender suas pátrias, as crianças e as mulheres, as maiores vítimas já que são, geralmente, estupradas de forma coletiva pelo adversário. Já a mulher, nesses conflitos, deu no pé, vazou, caiu fora, aos gritos. Estude a história e verá.

 No Brasil, que segue o mesmo modelo europeu de emprego feminino em massa, passe a observar hospitais, clínicas, quando se vai tomar um café numa padaria, comprar uma calça ou perfume, nas Assembléias Legislativas, Câmara de Vereadores e etc e etc… a maioria é do sexo feminino. Finalizando, nós, homens, precisamos fazer uma revolução masculina, a começar a exigir de nossos governantes que criem cotas para que 50% dos professores das escolas sejam homens, como era há uns 30 anos,  pois nossos filhos estão perdendo a referência masculina desde a escolas onde copeiras, cozinheiras, faxineiras e a maioria dos professores são do sexo feminino. Nossos filhos estão sendo afeminados desde a escola. Você não é a obrigado a concordar com isso. Mas, empresários, passem a também a contratar homens. Finalizando, para você entender melhor o que estou dizendo, veja abaixo o que afirma uma feminista européia. Meu nome é Cyro Moulin, jornalista,  e afirmo que o feminismo “é a maior tragédia e cagada de nosso século”. O que escrevi é para pessoas inteligentes e aculturadas. Tenha coragem e veja  atenciosamente o vídeo abaixo. E observe as personalidades feministas nas TVs, rádios e sites: filhos que é bom, nada, unzinho só, e olha lá. Por causa da atual mulher moderna,  nossos descendentes, do jeito que o Brasil segue, com nossas mulheres com  baixíssima natalidade, porque só querem saber da carreira profissional, estarão sob o julgo e serão perseguidos pelos muçulmanos: 8,1 filhos casal. É uma feminista jornalista falando:

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *