SAÚDE

VÍDEOS “VÍRUS CHINÊS” – ES aumenta número de suspeitos; EUA passam Espanha e são o 3º país com mais casos de coronavírus; China vai ter de indenizar o mundo e principais notícias de hoje (22)

O número de casos suspeitos do novo coronavírus no Espírito Santo subiu para 696, de acordo com o boletim divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), na tarde deste domingo (22). Já o total de pacientes com a doença se manteve em 26, conforme os dados. (Continua).

  No último sábado (21), eram 579 os casos em investigação para o Covid-19 no Estado. São 26 casos confirmados e um paciente está na UTI.

O Brasil tem 1.546 casos confirmados de novo coronavírus e 25 mortes até este domingo (22), diz o ministério da Saúde.

Foram relatados 418 casos a mais em relação ao balanço anterior, de sábado, um aumento de 37%. E 7 mortes foram contabilizadas nas últimas 24 horas. (Continua).

  Todas elas aconteceram em São Paulo, que agora soma 22 mortes. E também é o local com maior número de casos, com 631 – até sábado eram 459. (Continua).

  A taxa de letalidade da doença continua a mesma de sábado: 1,6%, segundo o governo federal.

 Testes rápidos vêm da China, claro, eles que criaram essa merda e depois vai ter de indenizar o mundo

O secretário de Vigilância em Saúde, Wanderson Oliveira, deu mais detalhes sobre os novos testes rápidos que chegarão nas próximas semanas vindos da China e que serão doados pela Vale.

Oliveira reafirmou o que disse no sábado (21): que os profissionais de saúde terão prioridade de ser testados com esses novos kits, que dão os resultado em minutos.

 O objetivo é verificar quais desses profissionais que tenham apresentado algum sintoma foram contaminados pelo coronavírus e quais podem retornar ao trabalho.

 Projeções

Mandetta afirmou que a Covid-19 poderia ser mais uma gripe forte se as ocorrências fossem distribuídas ao longo do ano e já houvesse vacina.

“Como nós não temos – e ninguém tem imunidade (vacina) – isso está acontecendo de uma maneira abrupta e vai levar muita gente ao mesmo tempo ao sistema de saúde. É como se você tivesse uma geladeira da sua casa e todo o quarteirão precisasse da sua geladeira para guardar alguma coisa: não cabe.”

Por outro lado, o ministro afirmou que apenas 15% das pessoas que serão contaminadas deverão precisar de internação. Ele espera que o Brasil tenha menos casos graves porque a base da população é jovem.

“Quase metade da população não vai pegar essa gripe. Porque, se metade entrar em contato com o vírus, a outra metade estará protegida”, disse Mandetta. “Da metade que vai entrar em contato, mais da metade não vai nem ter sintoma. Vai simplesmente desenvolver anticorpo, ele pega só um resto de vírus”, completou.

“Dos que tiverem sintoma, quase 85%- e eu acho que no Brasil, nesse ponto, os estudos vão mostrar… eu acho que, como a gente tem uma base populacional jovem, acho que nosso comportamento vai ser melhor frente ao vírus”, afirmou. “Acho que a gente pode ter um grande cordão imunológico, com menos casos graves. Dos 15% que vão ter sintoma, a grande maioria terá sintomas leves. E uma minoria vai necessitar de internação hospitalar”, disse.

 ESTADOS UNIDOS

O número de casos confirmados nos Estados Unidos chegou a 26.900 na manhã deste domingo (22), colocando o país em terceiro lugar no mundo, atrás de China (81.054) e Itália (53.578). A Espanha que no sábado tinha mais casos que os EUA, registra na manhã deste domingo 25.496.

 Em 24 horas, os EUA registraram 2.693 novos casos de contaminação, mais que o dobro de todos os casos brasileiros até agora.

 Em número de mortos, os EUA são o sétimo país, com 348, atrás de Itália (4.825), China (3.261), Irã (1.556), Espanha (1.381) e França (562). Há 708 doentes em estado crítico nos hospitais americanos.

RIO DE JANEIRO

Imagens feitas por passageiros no fim da madrugada deste sábado (21) mostram filas e aglomerações nos transportes da Região Metropolitana do Rio. (Continua).

 No primeiro minuto deste sábado, entraram em vigor as medidas de isolamento do Município do Rio, com restrições nos ônibus, trens e barcas.

Por volta das 8h20, PMs faziam triagem para quem queria embarcar de Niterói rumo ao Rio.

Às 5h, havia fila em frente à Estação Arariboia das CCR Barcas, em Niterói, à espera de embarcações para o Centro do Rio.

 Às 5h45, um passageiro relatou superlotação em um trem da Supervia na Estação Nova Iguaçu.

“Devido a proibição dos ônibus, os trens estão ficando cheios e com muita aglomeração nas estações. Alvo tem que ser feito pelas autoridades, para minimizar essa situação, talvez aumentar o quantitativo de transporte, não reduzi-lo”, disse.

 Triagem de funcionários

Proibidos de entrar no Rio, os ônibus intermunicipais serão direcionados para estações de trem – quando vierem da Baixada Fluminense; ou de barcas – quando a origem for de Niterói e São Gonçalo, na Região Metropolitana. Ainda assim, nem todos terão acesso à cidade.

Em estações das barcas, por exemplo, há barreiras para a chegada ao Rio. Para embarcar, o passageiro terá que apresentar crachá ou contracheque, provando que trabalha em um dos setores essenciais, como saúde, segurança ou supermercados.

Também há checagem no metrô, nas estações Pavuna, Engenheiro Rubens Paiva e Acari.

Corridas por aplicativos

O decreto de Witzel também proíbe que carros de aplicativo façam corridas do Rio para outras cidades da Região Metropolitana. E vice-versa.

Shoppings fechados

Na sexta-feira (20), os shoppings fecharam as portas. Bares e restaurantes só podem receber até 30% da capacidade.

Acesso a praias proibido

O decreto também proíbe que a população frequente praias e lagoas.

Ônibus proibidos de chegar ao Rio

As medidas adotadas pelo governo também proíbem a chegada de ônibus ao Rio em ônibus que venham de quatro estados: São Paulo, Minas Gerais, Espírito Santo e Bahia, além do Distrito Federal. Nesses lugares, já há a circulação do novo coronavírus.

Voos suspensos

Os voos que chegam desses mesmos estados e de qualquer destino internacional também foram proibidos.

No entanto, a suspensão da chegada de ônibus ao Rio ou de interrupção do tráfego aéreo são de competência federal.

Por enquanto, a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) afirmou que o transporte interestadual de passageiros continua operando.

E a Agência Nacional de Aviação Civil comunicou que o fechamento de aeroportos pode prejudicar de forma irresponsável o deslocamento de pessoas, profissionais de saúde, vacinas, órgãos para transplantes e até insumos para medicamentos para estados brasileiros.

BRT fechado

A Prefeitura do Rio também determinou o fechamento do serviço do BRT Transoeste no fim de semana. A medida, segundo justificativa do município, é para evitar aglomerações nesses veículos e a propagação do coronavírus na população.

A circulação será suspensa a partir de 0h de sábado e será reiniciada na próxima segunda-feira (23), às 4h. Os serviços que circulam nos corredores Transcarioca e Transolímpica continuarão normais neste sábado e domingo. Fontes: G1 e A Tribuna (ES). Fotos: Redes sociais.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *