SAÚDE

VÍDEOS SENSÍVEIS – Trump rasga o verbo e diz que OMS “Estragou tudo” ao se basear em informações passadas pela China e EUA estuda investimentos no BNDS desde que haja reciprocidade, além de outras notícias sobre o coronavírus

Trump diz que OMS cometeu erros sobre coronavírus

  Presidente dos Estados Unidos afirmou que entidade é centrada na China

 O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, criticou duramente a Organização Mundial da Saúde (OMS) nesta terça-feira, acusando-a de se concentrar demais na China e de dar orientações equivocadas durante a pandemia de coronavírus.

 “A OMS realmente estragou tudo”, disse Trump em publicação no Twitter. “Por alguma razão, financiada em grande parte pelos Estados Unidos, mas muito centrada na China. Daremos uma boa olhada nisso. Felizmente, rejeitei o conselho deles de manter nossas fronteiras abertas à China desde o início. Por que eles nos deram uma recomendação tão falha?”.

 A OMS não respondeu a um pedido de comentário da reportagem.

 Em 31 de janeiro, a agência de saúde da Organização das Nações Unidas (ONU) aconselhou os países a manter as fronteiras abertas, apesar do surto, embora tenha observado que os países tinham o direito de tomar medidas para tentar proteger seus cidadãos. Nesse mesmo dia, o governo Trump anunciou restrições às viagens vindas da China.

  Os conservadores norte-americanos vêm criticando cada vez mais a OMS durante a pandemia global, dizendo que a organização se baseia em dados falhos da China sobre o surto de coronavírus.

 Na semana passada, o senador republicano Marco Rubio pediu a renúncia do diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, dizendo que “ele permitiu que Pequim usasse a OMS para enganar a comunidade global”. (Continua).

  EUA estudam aliança com BNDES para financiar investimentos, diz embaixador

 Todd Chapman disse reconhecer a responsabilidade dos EUA no apoio ao sistema financeiro global, mas ponderou Trump exige “reciprocidade”.

 O  governo norte-americano estuda uma aliança com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para financiar investimentos no Brasil, disse nesta terça-feira, 7, o novo embaixador dos Estados Unidos no País, Todd Chapman. As negociações, porém, ainda estariam em fase “incipiente”. (Continua).

 

  Sobre outras medidas econômicas voltadas ao aliados, Chapman destacou o oferecimento de linhas de swap cambial por parte do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) a diferentes bancos centrais, entre eles o brasileiro, como forma de amenizar o estresse no mercado cambial e ampliar a liquidez em dólar em meio à crise trazida pelo novo coronavírus. “É a principal coisa que estamos fazendo para apoiar nossos aliados. E vamos continuar com essas linhas de apoio específicas”, afirmou. (Continua).

 

   Todd Chapman disse reconhecer a responsabilidade dos EUA no apoio ao sistema financeiro global, mas ponderou que o presidente americano, Donald Trump, é um líder que exige “reciprocidade” na área comercial.

 Preço de respiradores sobe mais de 200% na China em uma semana

  O preço dos respiradores e ventiladores – aparelhos necessários para atender os doentes graves contaminados pela Covid 19 – subiram mais de 211% em uma semana. A apuração foi feita pela CNN junto a técnicos dos governos que estão tentando adquirir esses equipamentos.

 Segundo o relato de um profissional, o respirador, que geralmente custa US$ 17 mil, começou a ser negociado a US$ 24 mil. O preço subiu praticamente todos os dias, avançando para US$ 33 mil, US$ 40 mil, US$ 43 mil e estava em US$ 53 mil nesta terça-feira (7).

 MPF processa governo do ES por não impedir aglomerações em celebrações religiosas

 MPF alega que Governador não respondeu à recomendação para coibir esses atos, mas a Procuradoria do Estado afirma que a resposta foi enviada.

   O Ministério Público Federal no Espírito Santo (MPF-ES) ajuizou uma ação civil pública (ACP) contra o governo do estado por não impedir as aglomerações em celebrações religiosas. Segundo o MPF, uma recomendação já havia sido feita ao governo para que adotasse as providências cabíveis, mas não houve resposta. No entanto, de acordo com a Procuradoria Geral do Estado (PGE), a recomendação foi respondida.

  De acordo com a ação, a Procuradoria pede à Justiça que o Governo suspenda o artigo do decreto de de 17 de março de 2020, que permite que cada instituição religiosa determine suas próprias ações com relação à pandemia.

  O MPF quer que o Estado não permita a presença de pessoas em celebrações religiosas, com exceção daquelas que são necessárias para a realização do ato, bem como as indispensáveis para a transmissão do evento pelas mídias sociais (rádio, televisão, internet).

   Rui Costa revela que 34 profissionais de saúde testaram positivo para Covid-19; 106 pessoas estão curadas. Salvador sabia de notificações desde janeiro e mesmo assim permitiu carnaval

  Em conversa pela internet, governador da Bahia afirma que vai manter aulas suspensas e diz que vai lançar edital para confecção de máscaras.

  De acordo com Rui, profissionais como médicos e enfermeiros podem contrair o coronavírus e transmitir involuntariamente.

  “Existem casos transmitidos involuntariamente para médicos ou enfermeiras. Temos um total de 34 profissionais de saúde que tiveram casos positivos. Um médico ou enfermeiro que trabalha em um lugar e em outro, pode ser assintomático e passar o vírus”, afirmou Rui.

  De acordo com boletim mais recente divulgado pela Secretaria de Saúde do Estado (Sesab), a Bahia registou mais duas mortes, somando 13. No total, são 459 pacientes infectados pelo coronavírus.

 Ao lado do governador, o secretário de saúde, Fábio Vilas-Boas, afirmou que 1/4 dos pacientes infectados estão curados.

 São Paulo tem aumento de 630 mil passageiros nos ônibus em uma semana

  Mesmo com quarentena por conta do novo coronavírus, movimento no transporte cresceu 7%, segundo SPTrans.

  A SPTrans, empresa que administra os ônibus na cidade de São Paulo, registrou nesta segunda-feira (6) aumento de 630 mil passageiros em relação à semana passada, o que representa alta de 7% no movimento.

  Mesmo com a quarentena por conta do novo coronavírus prorrogada até o dia 22 de abril no estado, o fluxo de passageiros no transporte coletivo tem aumentado. Os trens do Metrô e da CPTM também estão mais cheios, segundo passageiros.

  “Eu até comentei com uma amiga que de quinta e sexta da semana passada pra cá não tem mais como você sentar e ficar numa boa no metrô. Tá muito mais cheio”, afirmou a cuidadora de idosos Elaine Alves.

  Com o maior número de usuários, fica cada vez mais difícil para os passageiros seguirem a recomendação do Ministério da Saúde de manter uma distância de dois metros das outras pessoas, medida preventiva para diminuir as chances de contaminação pelo novo coronavírus.

 Apenas 52,2% da população de Aracaju está respeitando o isolamento social, diz prefeito

 Medida é orientada pela Organização Mundial da Saúde para o combate ao avanço do novo coronavírus.

    O prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira, fez um novo alerta, na manhã desta terça-feira (7), após o registro de três novos casos do coronavírus da capital, pedindo o cumprimento das medidas de isolamento social para o combate ao coronavírus.

  Segundo ele, um levantamento baseado no rastreamento dos celulares, através da geolocalização, mostra que apenas 52,2% da população aderiu a orientação da Organização Mundial da Saúde (OMS), com relação a cumprir o isolamento.

  Entre as regiões com os piores índices isolamento na capital estão os bairros Jabotiana (34,5%), Coroa do Meio (40%), Santa Maria (41%), Industrial (46%) e Mosqueiro (38, 1% a 45,8%).

  Feiras livres

  O prefeito anunciou ainda que a tradicional feira dos pescados, ocorrida em Aracaju anualmente nos dias que antecedem as celebrações da Semana Santa, será mantida este ano, com um novo formato, atendendo as medidas de distanciamento social e de higienização.

  De acordo com ele, serão montadas três feiras para comercialização de mariscos e pescados: a primeira na praça dos Mercados, nos dias 8, 9 e 10, com 58 bancas; a segunda no Bugio, na rua ao lado do CSU, nos dias 9 e 10, com 40 bancas; e a terceira no bairro América, ao lado do mercado setorial, no dia 10, com 25 bancas.

  Os espaços serão fiscalizados por agentes da Emsurb para controle de filas e atendimento de regras de distanciamento social, e contarão com a presença da Guarda Municipal e da SMTT.

 África supera 10 mil casos de coronavírus; mortes chegam a 489

  Os casos de infecções pelo novo coronavírus no continente africano, registrados em 52 países, já ultrapassaram 10 mil, e metade deles aconteceram na África do Sul e em três países do norte: Argélia, Egito e Marrocos.

 Além disso, as mortes por conta da covid-19 chegaram a 489, de acordo com a última apuração da Agência Efe, nesta terça-feira (7), com base em comunicados de governos da África e dados divulgados pela Universidade Johns Hopkins, nos Estados Unidos.

 A África do Sul está no topo da lista dos países afetados, com 1.686 casos, seguidos pela Argélia (1.423), Egito (1.322), Marrocos (1.141) e Camarões (658), mas dois terços dos 52 países afetados ainda estão abaixo de 100 casos detectados.

  No total, 10.111 casos positivos foram registrados no continente e faz apenas seis dias que a marca de 5 mil foi atingida, enquanto o primeiro caso da doença foi detectado no Egito, em 14 de fevereiro.

  Em relação às mortes, a Argélia é o país com mais mortes, com 173, seguida pelo Egito (85), Marrocos (83) e Tunísia (22), e Burkina Faso e República          Democrática do Congo são os dois países subsaarianos com mais mortes pelo coronavírus, com 18 cada.

 Aproximadamente 20 países africanos ainda não têm mortes e quase 80% têm menos de uma dúzia. Fontes: Uol, O Antagonista, Jovem Pan, G1, Seu Dinheiro  e Terra.Com.

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *