SAÚDE

INTERNADA – Criança de seis anos de Linhares (ES) em estado grave suspeita de coronavirus ; além dela dois idosos estão entubados

 De 99 casos suspeito de coronavírus  de Linhares, no Norte Capixaba, uma criança de seis anos está internada em estado grave, segundo a prefeitura do município. O município já conta com oito casos de “Vírus Chinês”. (Continua).

 

  De acordo com a prefeitura, a criança está entubada em uma Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), em Vitória.

 Para piorar ainda mais a situação, dois idosos do município também  estão entubados no Hospital Roberto Silvares,em São Mateus.  (Continua).

 

  A prefeitura, em seu site, divulgou que a Secretaria Municipal de Saúde está monitorando os três casos graves, que foram primeiro atendidos no Hospital Geral de Linhares (HGL) e depois transferidos, na quarta-feira (8), para as unidades hospitalares referências do Governo do Estado com o acompanhamento da Vigilância Epidemiológica da prefeitura. (Continua).

 

   Os familiares, segundo a prefeitura, “estão sendo orientados com relação às medidas de prevenção, como uso de máscaras, higienização das mãos e não compartilhamento de objetos de uso pessoal, bem como sobre os cuidados requeridos para os pacientes, que incluem hidratação e permanência em casa, sem circulação por outros locais e evitando contato com familiares e amigos, por exemplo”.  (Continua).

 

  Os exames nos três pacientes graves foram colhidos no HGL e enviados para análise no Laboratório Central do Espírito Santo (Lacen-ES), laboratório de referência estadual localizado em Vitória. A prefeitura aguarda o resultado.  Com informações de A Tribuna.

ORIENTAÇÕES DA PREFEITURA DE LINHARES

_ Cumprir rigorosamente a orientação de ficar em casa;

_ Orientar, principalmente idosos e crianças, de seguir com o isolamento social;

– Cobrir a boca e nariz ao tossir ou espirrar;

– Utilizar lenço descartável para higiene nasal;

– Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca;

– Não compartilhar objetos de uso pessoal;

– Limpar regularmente o ambiente e mantê-lo ventilado;

– Lavar as mãos por pelo menos 20 segundos com água e sabão ou usar antisséptico de mãos à base de álcool;

– Deslocamentos não devem ser realizados enquanto a pessoa estiver doente.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *