DENGUE EM LINHARES (ES) - Saúde alerta população para deixar quintais limpos antes de viajar para o carnaval
SAÚDE

EM LINHARES (ES) Vigilância alerta população sobre focos do mosquito transmissor da dengue dentro de casa

 

O resultado do último Levantamento do Índice Rápido do Aedes aegypti (LIRAa) realizado no final de dezembro, apontou índice de infestação predial do Município de 2%, considerado de médio risco pelo Ministério da Saúde.

No entanto, segundo a supervisora Geral de Endemias da Unidade de Vigilância em Zoonoses de Linhares, ligada a Secretaria de Saúde do município, Luzinete Urbano da Silva, o número de focos do mosquito transmissor da dengue dentro das casas chama a atenção. Durante o levantamento foram encontrados quase 20 focos em uma única residência.

Luzinete explica que esses pequenos criadouros são preocupantes e reforça o pedido de ajuda dos moradores no combate ao mosquito. “Estamos fazendo nosso trabalho diariamente, mas a população precisa se conscientizar e ficar atenta. Esses pequenos focos estão dentro de casa e dependem diretamente e diariamente da intervenção do morador, mas isso não está acontecendo, o morador não nos ajuda, ele não resolve, por isso é uma situação que nos preocupante”.

Os pequenos focos a que a supervisora se refere estão nos bebedouros de água dos animais, pratinhos de planta, caixa de geladeira e ralos, entre outros.

Monitoramento

O LIRAa é realizado quatro vezes por ano. O resultado apresenta a situação de risco dos bairros, divididos em 11 estratos, com os principais criadouros encontrados. Dessa forma é possível direcionar ações específicas para obter um controle mais eficaz dos mosquitos.

De acordo com o Ministério da Saúde, os parâmetros para classificação quanto à infestação pelo Aedes aegypti são: menor que 1%, baixo; de 1% a 3,99%, médio; e acima de 3,99%, alto.

Cuidados importantes

Os moradores devem ficar em alerta e podem realizar o check list para combater os mosquitos. O munícipe escolhe uma ação de combate a ser realizada semanalmente em sua residência.

– Mantenha fechadas as tampas de vasos sanitários e de ralos pouco usados, como os de áreas de serviço e de lazer, que tenham a possibilidade de acumular água;

– Se for viajar, feche também os ralos dos banheiros e a tampa dos vasos sanitários;

– Mantenha o quintal sempre limpo, jogando fora o que não é utilizado;

– Deixe o quintal sempre bem varrido, eliminando recipientes que possam acumular água, como tampinha de garrafa, folhas, sacolas plásticas etc.;

– Tampe tonéis, caixas d’água e qualquer tipo de recipiente que possa reservar água;

– Certifique-se de que as lonas de cobertura estejam bem esticadas para não haver acúmulo de água;

– Não deixe acumular água nos vasos de plantas;

– Mantenha a bandeja que fica atrás da geladeira limpa e sem água;

– Coloque garrafas vazias de cabeça para baixo;

– Se por algum motivo tiver pneus no quintal, mantenha-os secos e abrigue-os em local coberto, ou descarte-os corretamente se não tiverem utilidade;

– Escove bem as bordas dos recipientes (vasilha de água e comida de animais, vasos de plantas, tonéis, caixas d’água) e mantenha-os sempre limpos. Foto: Credito-foto-Secom-Linhares-Felipe-Reis.-1024×682

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *