SAÚDE

EM LINHARES (ES) – Campanha Maio Furta-Cor: hospital promove evento para discutir saúde mental materna

  

 

  O evento será realizado no próximo dia 14 de maio, ás 13 horas, na sede do LMC, no bairro Três Barras e as inscrições são limitadas e gratuitas. (Na foto de Capa Lorena com Simone Cristina Nicchio, coordenadora da área de enfermagem da maternidade do LMC). – Compartilhe essa notícia para que mais pessoas saibam.

 Quando pensamos no nascimento de um bebê, logo vem à mente a saúde e os cuidados necessários com o recém-nascido, no entanto, normalmente nos esquecemos da saúde e dos cuidados com a mãe, inclusive da saúde mental dela, que passa pelo puerpério, um período difícil, de restrições e adaptações.O período perinatal é o momento de maior vulnerabilidade para adoecimentos mentais no ciclo vital de uma mulher. De acordo com o Ministério da Saúde (MS), a depressão pós-parto acomete mais de 25% das mães no Brasil, sendo a depressão apenas um exemplo de adoecimento mental da mãeCom o objetivo de sensibilizar a população para a causa da saúde mental materna, o Hospital Linhares Medical Center (LMC) promove a campanha Maio Furta-Cor. O evento será realizado no próximo dia 14 de maio (sábado), de forma presencial, na sede do LMC, no bairro Três Barras, a partir das 13 horas. As vagas são limitadas e as inscrições devem ser feitas via aplicativo Whatsapp no telefone 27 99852 5036.

A iniciativa tem o objetivo de usar o tradicional “mês das mães” para conscientizar a população a respeito do tema e incentivar essas mulheres a buscarem ajuda. “Temos observado essas mulheres adoecerem devido à sobrecarga, solidão e idealização, à medida que se reforça a crença em um único modo de exercer a maternidade”, afirma Lorena Bassi Capucho, psicóloga hospitalar do Hospital LMC.

 Entre os temas abordados estão os desafios da maternidade, depressão pós-parto, autoestima e, principalmente, o papel da rede de apoio. O evento conta com a participação de Neurologista, Nutróloga, Psicóloga, Pediatra, Enfermeira e Psiquiatra. “É preciso cuidar da mãe para que ela possa cuidar do filho, daí a importância de falar sobre esse tema”, pontua a enfermeira neonatologista Simone Cristina Nicchio, coordenadora da área de enfermagem da maternidade do LMC.

 Assim como a furta-cor se altera de acordo com a luz que recebe, a maternidade também muda conforme o amparo e carinho recebidos pela mulher. “E, infelizmente, muitas vezes as mães vivem imersas em julgamentos, cobranças e sentimento de culpa, sentindo-se assim incapazes para vivenciar o seu maternar. Saiba que trabalhar suas emoções não é um sinal de fragilidade, mas sim de sabedoria. O apoio psicológico pode deixar sua maternidade mais leve, real e possível”, pontua a psicóloga.

Sobre o Maio Furta-Cor  (Continua).

 

Maio Furta-Cor é uma campanha sem fins lucrativos, democrática e apartidária que visa sensibilizar a população para a causa da saúde mental materna.

 Dentre os objetivos da campanha estão: sensibilizar a população para a causa da saúde mental materna; promover ações de conscientização em saúde mental materna baseadas em evidências científicas; fomentar discussões nos mais variados espaços, públicos e privados, em torno da saúde mental das mães, papéis de gênero, sobrecarga materna e pautas que dialoguem com a causa; encorajar mudanças culturais e estruturais a partir da difusão de informações e reivindicar a garantia de direitos e políticas públicas de saúde que contemplem as mães.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *