SAÚDE

Curso de iniciação profissional em segurança alimentar abre vagas em MG e no ES

Evento gratuito e virtual será realizado em abril para capacitar moradores da bacia do rio Doce em tempos de pandemia.

 

 Estão abertas as inscrições para o curso on-line “Iniciação profissional em segurança alimentar”, que acontece nos dias 6, 8, 13 e 15 de abril. O evento gratuito é direcionado para os moradores da bacia do rio Doce, em Minas Gerais e no Espírito Santo, que desejam se profissionalizar e aprender sobre comercialização de alimentos, de acordo com as normas de segurança atuais.

A capacitação é feita pela Fundação Renova em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai). A iniciativa faz parte das ações da área de Contratação e Empreendedorismo Local da Fundação Renova.

O conteúdo do curso, disponibilizado por meio de uma plataforma on-line, aborda os temas de: Segurança dos Alimentos; Segurança do Trabalho; Higienização; Normas e Legislação. A carga horária total é de 12 horas.

“A iniciação profissional é uma importante ferramenta para as pessoas e as empresas se qualificarem em tempos de pandemia”, diz Jucilene Junia Martins, analista do Programa de Estímulo à Contratação Local da Fundação Renova.

Os interessados podem se inscrever no evento até o dia 2 de abril preenchendo o formulário clicando aqui. Haverá emissão de certificado. As vagas são limitadas.

SERVIÇO:

Evento: Iniciação Profissional em Segurança Alimentar

Dias: 6, 8, 13 e 15 de abril

Horário: 17h30 às 20h30

Inscrições: 19 de março a 2 de abril

Link de inscrição: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLScOT7SuK98rnG_07Mma-xgwT5-9eS4yX4M-XHpA-RNsU1lG3g/viewform

Sobre a Fundação Renova

A Fundação Renova é uma entidade de direito privado, sem fins lucrativos, constituída com o exclusivo propósito de gerir e executar os programas e ações de reparação e compensação dos danos causados pelo rompimento da barragem de Fundão.

A Fundação foi instituída por meio de um Termo de Transação e de Ajustamento de Conduta (TTAC), assinado entre Samarco, suas acionistas Vale e BHP, os governos federal e dos estados de Minas Gerais e do Espírito Santo, além de uma série de autarquias, fundações e institutos (como Ibama, Instituto Chico Mendes, Agência Nacional de Águas, Instituto Estadual de Florestas, Funai, Secretarias de Meio Ambiente, dentre outros), em março de 2016.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *