SAÚDE

CONTRA O ABORTO – Brasil, EUA, Egito, Hungria, Uganda e Indonésia se aliam em declaração contra o aborto – se o STF não intervir, é claro

  Seis grandes nações se aliaram para firmar uma declaração em conjunto a favor da família como papel essencial para a sociedade.

Um das manifestações se posiciona abertamente contra políticas que estabeleçam o aborto.

O documento, que recebe o nome de ‘Declaração de Genebra’, foi assinado em Washington/DC.

No texto em questão, Brasil, Estados Unidos, Egito, Hungria, Uganda e Indonésia deixaram claros seus princípios.

Os ministros Ernesto Araújo (das Relações Internacionais), e Damares Alves (da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos), participaram por conferência da cerimônia transmitida virtualmente.

“Celebramos que o texto da declaração ora assinada consagre a inexistência de um direito à interrupção voluntária da gravidez, como às vezes se afirma em determinados fóruns internacionais”, declarou.

Ernesto também destacou a importância de preservar a vida desde sua concepção. Continua.

 De acordo com ele, eis o “dever de proteger a vida humana desde a concepção. Rejeitamos categoricamente o aborto como método de planejamento familiar, assim como toda e qualquer iniciativa em favor do direito internacional ao aborto”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *