SAÚDE

9 VÍDEOS – Crescem números de casos e mortes no ES do Covid 19 – veja números por cidades e bairros; Padre nos EUA benze fiéis com pistola e máscara; Reino Unido testa cloroquina no combate ao coronavírus; China aumenta tarifas da Austrália em até 80% após críticas; e outras notícias do dia

VÍDEOS NO FINAL. RADAR GERAL É PARA QUEM GOSTA DE LEITURA, FICAR CULTO E MAIS INFORMADO.

 

  ES registra 23 mortes e 536 casos de coronavírus em 24 horas

 Os dados foram divulgados na tarde desta terça-feira no Painel Covid-19

Nas últimas 24 horas o Espírito Santo registrou 23 novas mortes e 536 casos confirmados de coronavírus. Com isso, o número de mortes subiu para 325 e o de casos confirmados para 7.693. Ao todo, são 3.209 pacientes curados.

As informações foram divulgadas, por volta das 16h20 desta terça-feira (19), no Painel Covid-19, plataforma digital da Secretaria de Saúde do Estado que mostra as notificações da doença, em tempo real.

Além dos números levantados pela rede pública, o sistema também inclui os dados da rede particular do Estado e de todos os municípios.

NORTE E NOROESTE – Os municípios do Norte e Noroeste Capixaba registraram aumento em casos da doença. Veja números:

SÃO MATEUS: 115

LINHARES: 84

FUNDÃO: 74

ARACRUZ: 65

BARRA DE SÃO FRANCISCO: 50

BAIXO GUANDU: 39

PANCAS: 27

BOA ESPERANÇA: 23

ECOPORANGA: 23

VILA VALÉRIO: 19

JOÃO NEIVA : 17

IBIRAÇU: 12

ÁGUA DOCE DO NORTE: 11

NOVA VENÉCIA: 11

SOORETAMA: 9

ITARANA: 8

LARANHA DA TERRA: 8

PINHEIROS: 7

RIO BANANAL:  7

SÃO G. DA PALHA: 7

MARILÂNDIA: 6

MONTANHA: 6

PEDRO VANÁRIO: 6

SÃO ROQUE DO CANAÃ: 6

ÁGUA BRANCA: 4

JAGUARÉ: 3

CONCEIÇÃO DA BARRA: 2

MANTENÓPOLIS: 2

A. D. DO NORTE: 1

POR BAIRROS EM LINHARES

ARAÇÁ:  19

INTERLAGOS: 17

CENTRO: 7

AVISO: 6

PLANALTO: 6

BNH: 5

JARDIM LAGUNA:  4

TRÊS BARRAS: 4

CÓRREGO JAPIRA: 3

BEBEDOURO: 2

JUPARANÃ: 2

CONCEIÇÃO: 1

FARIAS:  1

INTERLAGOS 1 : 1

INTERLAGOS 2:  1

MOVELAR: 1

NOVA ESPERANÇA: 1

NOVO HORIZONTE: 1

SANTA CRUZ: 1

SÃO JOSSÉ: 1

BOA ESPERANÇA: Mais uma cidade capixaba decretou lockdown. Trata-se de Boa Esperança, município localizado ao Norte capixaba que tem pouco mais de 15 mil habitantes. (Continua).

 O bloqueio total começa a partir de quarta-feira (20) e se estende até o dia 26 de maio.

 De acordo com informações do Painel Covid-19, do governo do Estado, a cidade tem 19 casos confirmados.

 Do total de infectados, 12 são moradores do centro da cidade; 4 moram no bairro Vila Tavares e 3 em Nova Cidade.

 Segundo o prefeito Lauro Vieira (PP), a escalada desses números, assim como a primeira morte, foi o que o levou a assinar nesta segunda-feira (18) o decreto de bloqueio total da cidade.

 

 

Reino Unido testa cloroquina no combate ao coronavírus

   Governo britânico vai testar a eficácia da hidroxicloroquina contra o Covid-19.

O medicamento hidroxicloroquina está sendo comprado pelo governo do Reino Unido para ser testado como tratamento do coronavírus.

O contrato está estimado em 35 milhões de euros e será colocado em leilão na sexta-feira (22).

 

  Os ministros britânicos estão em busca de 16 milhões de comprimidos do medicamento em pacotes de até 100 unidades para utilização nos testes para o tratamento da Covid-19.

 De acordo com o contrato, o governo está pedindo que o medicamento seja fornecido na forma de 220 mg ou 250 mg.

Apesar dos testes, no momento, o Reino Unido ainda não recomenda o uso do remédio, destaca o portal UOL.

 

 Padre dos EUA benze fiéis com pistola de água benta

 Com as cerimônias religiosas suspensas, padre norte-americano encontrou uma solução criativa para benzer os fiéis.

 O curioso caso aconteceu na Páscoa, quando um padre do estado do Michigan, nos Estados Unidos, decidiu manter a tradição de benzer os alimentos para o almoço da tradicional data religiosa.

Com uma pistola carregada de água benta e ao estilo drive-thru, o padre Tim Pelc mirava na janela dos carros e benzia todos os que por ali passavam.

O padre, que comanda uma paróquia no Michigan há 30 anos, adaptou-se aos tempos de coronavírus.

Equipado com máscara, viseira e luvas,ele  cumpriu as regras recomendadas pelas autoridades de saúde, sem deixar a tradição morrer.

As fotografias desse dia foram compartilhadas pela igreja de St Ambrose nas redes sociais e levaram à criação de vários memes pela internet.

Em entrevista ao site Buzzfeed, o padre confessou estar receoso com a reação do Vaticano perante as imagens, mas diz que até agora não houve qualquer reclamação.

 

Governo lança canal para registro de denúncias trabalhistas

 Servidores que atuavam no atendimento presencial poderão ser deslocados para realizar outras atividades.

  Um canal para registro de denúncias trabalhistas foi lançado no portal do Governo Federal. A iniciativa é de autoria da Secretaria de Trabalho do Ministério da Economia.

O objetivo é que, com a nova ferramenta, o trabalhador não tenha que ir a uma das unidades das superintendências regionais do Trabalho do Ministério da Economia para registrar uma reclamação.

Dessa forma, é possível obter uma redução de custos e uma melhora na gestão pública, visto que servidores que atuavam no atendimento presencial poderão ser deslocados para realizar outras atividades.

O canal pode ser usado para denúncias, reclamações e registro de irregularidades trabalhistas.

Para ter acesso, é bastante simples, sendo necessário apenas cadastrar o CPF e uma senha na área de acesso ao portal Gov.br.

Não é possível fazer denúncia anônima, mas os dados do denunciante são sigilosos e não serão divulgados no curso de uma possível fiscalização.

O tempo estimado para realizar uma denúncia trabalhista é de cerca de 15 minutos, destaca a agência EBC.

  Mais 2,6 mil multas em 1 semana de lockdown no Pará

 As penalidades começaram a ser aplicadas no Pará para quem descumprir o decreto estadual nº 729/2020.

 2.644 multas já foram aplicadas no Pará por desobediência às regras impostas após a aplicação do lockdown para tentar conter a proliferação do coronavírus.

 O número é reflexo de uma semana de operação de agentes da segurança pública que atuaram nas barreiras policiais entre os dias 10 a 17 de maio.

 O decreto estava agendado para acabar no domingo (17), mas foi prorrogado até o dia 24 de maio.

O número de cidades paraenses que estão sob o bloqueio também passou de 10 para 16 municípios, destaca o portal Terra.

Diante da projeção de que a curva de contaminação da Covid-19 no Estado deve aumentar nos próximos dias, o governo de Helder Barbalho não descarta a possibilidade de postergação do lockdown.

Juntas, as 16 cidades paraenses que estão sob à aplicação do decreto, incluindo a capital Belém, somam cerca de 3,8 milhões de pessoas — que só podem sair de casa ao apresentar uma justificativa.

OMS não tem provas de contágio por coronavírus através de objetos

 Entidade continua sem provas de que a infecção por coronavírus pode acontecer através de superfícies contaminadas.

 Não há provas que permitam concluir que a infeção pelo novo coronavírus aconteça através do contato com superfícies contaminadas.

A informação consta do último relatório da Organização Mundial da Saúde (OMS). No entanto, a recomendação de desinfeção das superfícies e objetos “sempre que seja possível” ainda continua.

No início da pandemia, alguns estudos apontarem para a sobrevivência do vírus em algumas superfícies por até 72 horas, o que justificava a necessidade de desinfecção constante das superfícies ou das mãos logo após tocar superfícies como teclados, maçanetas de portas ou outros.

 A OMS destacou que estes estudos sobre a sobrevivência do coronavírus nas superfícies foram realizados em laboratório “longe das condições do mundo real”.

Em um documento, segundo o site português Observador, a OMS declarou:

“A doença Covid-19 transmite-se principalmente através de um contacto físico próximo ou por gotículas.”

E acrescentou:

“No momento da publicação deste relatório não foi possível retirar conclusões sobre o contacto com uma superfície e o contágio da doença, segundo os estudos disponíveis.”

Hungria proíbe mudança de sexo no registro civil

Até agora, os transgêneros na Hungria tinham a possibilidade de solicitar uma mudança de sexo no registro civil.

 O governo da Hungria proibiu, nesta terça-feira (19), a mudança de sexo no registro civil e o reconhecimento legal das pessoas transgênero.

Por 134 votos a favor, 56 contra e 4 abstenções, o Parlamento húngaro aprovou a reforma legislativa do artigo 33, que define gênero como “sexo biológico baseado no nascimento e no genoma”.

O novo artigo impede a alteração do sexo das pessoas no registro nacional e nos documentos de identidade.

  Dessa forma, as pessoas transgênero não poderão mais alterar seus nomes ou obter documentos com base em sua identidade de gênero.

A mudança na legislação promovida pelo governo do premiê  Viktor Orbán (Foto acima) vem sendo duramente criticada por organizações não governamentais.

A ONG Anistia Internacional, por exemplo, acredita que as disposições vão “contra as obrigações internacionais e nacionais da Hungria em relação a vários direitos humanos”, destaca a agência France.

 

Brasil tem mais de 100 mil recuperados do coronavírus

  Coronavírus circula em pouco mais da metade dos municípios brasileiros, mas a maior parte das localidades não registra nenhum óbito.

O Brasil superou, nesta segunda-feira (18), a marca de 100 mil pacientes recuperados da infecção por coronavírus.

O número é referente aos dados registrados desde o dia 26 de fevereiro, quando o primeiro caso foi confirmado em território brasileiro.

De acordo com as informações do Ministério da Saúde, o número de recuperados corresponde a 39,5% do total de 254.220 casos confirmados de Covid-19.

Ao todo, há 16.792 vítimas fatais confirmadas e 2.277 mortes sob investigação.

O governo Jair Bolsonaro explicou que integram o grupo de recuperados todos os diagnosticados que enfrentaram os 14 dias de quarentena e também aqueles que receberam alta dos leitos hospitalares.

40% dos americanos não comprariam produtos da China, diz pesquisa

 Ainda não é uma nova Guerra Fria. Por enquanto, é apenas indiferença com os produtos chineses.

Cerca de 40% dos cidadãos dos Estados Unidos disseram que não comprariam produtos da China.

A informação está presente em pesquisa com 1.012 adultos, realizada entre 12 e 14 de maio pela FTI Consulting, empresa de consultoria de negócios sediada em Washington.

 Apesar da alta rejeição dos produtos chineses, não foi possível encontrar o mesmo repúdio aos bens de outros países.

Por exemplo, 22% dos consultados afirmam não comprar da Índia, 17% se recusam a comprar do México e 12% boicotam produtos da Europa.

A pesquisa também descobriu:

55% não acreditam que a China vai cumprir seus compromissos comerciais assinados em janeiro para comprar mais produtos dos EUA;

78% disseram que estariam dispostos a pagar mais pelos produtos, se a empresa que os fabricou mudasse a fabricação para fora da China;

66% disseram a favor do aumento das restrições à importação como uma maneira melhor de impulsionar a economia dos EUA.

Exército Brasileiro assumirá obra na Ferrovia de Integração Oeste-Leste

  A Fiol terá um papel importante na melhoria da infraestrutura logística do Brasil.

 O Ministério da Infraestrutura informou, nesta terça-feira (19), que o Exército Brasileiro deverá assumir as obras do Lote 6 da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol).

  O trabalho será executado pelo 4º Batalhão de Engenharia de Construção (4º BEC), de Barreiras, na Bahia, e o 2º Batalhão Ferroviário, de Araguari, em Minas Gerais.

Está é a primeira vez que um batalhão ferroviário das Forças Armadas assume um projeto de ferrovia, desde a implantação Estrada de Ferro do Oeste (Ferroeste), na década de 1990, destaca a agência EBC.

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, disse que os dois batalhões serão responsáveis pela conclusão desse trecho da ferrovia:

“O Exército vem fazendo um trabalho extraordinário, como foi feito nas obras da BR-163/PA, e agora vai participar das obras do trecho entre Bom Jesus da Lapa e São Desidério.”

O ministro esteve em São Desidério, na Bahia, nesta segunda-feira (18), onde percorreu um trecho da ferrovia e visitou o canteiro de obras e uma fábrica de dormentes.

 

 

Líder da esquerda  nos EUA critica Trump por tomar cloroquina

  Pelosi disse Donald Trump não deve tomar hidroxicloroquina porque é “obeso mórbido”.

Nancy Pelosi, líder do Partido Democrata no Congresso dos Estados Unidos, criticou a decisão do presidente norte-americano Donald Trump de tomar a hidroxicloroquina como prevenção ao coronavírus.

  Durante uma entrevista à emissora CNN, nesta terça-feira (19), Pelosi declarou:

“Ele é nosso presidente e eu preferiria que ele não aceitasse algo que não foi aprovado pelos cientistas.”

E acrescentou:

“Especialmente em sua faixa etária e no seu, digamos, grupo de peso: ‘obesos mórbidos’.”

Nesta segunda-feira (18), como noticiou a RENOVA, Trump revelou que está tomando hidroxicloroquina há pouco mais de uma semana, justificando a decisão dizendo que tem ouvido “muitas coisas boas” sobre o medicamento.

 

China começa perseguição nas  exportações da Austrália após conflito sobre pandemia e aumenta tarifas de até 80%

O regime chinês se ressente das críticas sobre o combate ao surto e costuma usar o comércio como ferramenta diplomática.

A China estuda a imposição de novas restrições contra as exportações da Austrália. Vinho e laticínios estão na mira.

  A medida seria uma significativa deterioração das relações entre os parceiros comerciais, que estão em atrito desde que o governo australiano pediu uma investigação acerca da origem da pandemia de coronavírus.

Autoridades chinesas elaboraram uma lista de outros possíveis produtos, como frutos do mar, aveia e frutas, que podem estar sujeitos a controles mais rigorosos, destaca a agência Bloomberg.

A Austrália, que é a economia desenvolvida mais dependente da China, despertou a ira do Partido Comunista Chinês ao enfatizar a importância da investigação sobre a pandemia.

A China já proibiu importações de carne de quatro frigoríficos australianos por razões “técnicas” e aplicou tarifas de mais de 80% sobre a cevada australiana, como noticiou a RENOVA.

Fontes: A Tribuna, Folha Vitória e Renova Mídia: Fotos: redes sociais.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *