SAÚDE

8 VÍDEOS – SÓ FALTAVA ESSA – Governador do Piauí autoriza desapropriar imóveis por causa do coronavírus; Zema diz que há autoritarismo contra bolsonaro; estudos apontam que homens são maus suscetíveis a doença por causa de testículos e as principais e últimas notícias do Brasil e do mundo sobre o tema

* Leia todas as notícias sobre o corona abaixo, aprenda com o que estamos lidando, segundo os cientistas, ele é pior e mais contagioso do que se pensava.

Governador do Piauí autoriza servidores a esvaziar casas e desapropriar imóveis

  O governador do Piauí, Wellington Dias (Foto), do PT, autorizou que agentes da defesa civil ou autoridades responsáveis pelo combate ao novo coronavírus entrem na casa das pessoas “para prestar socorro ou para determinar a pronta evacuação”.

 O decreto, publicado na última quinta (16), diz, de forma vaga e sem qualquer definição concreta, que isso poderá ocorrer “em caso de risco iminente”. ( Continua).

 

  O mesmo artigo diz que as autoridades também poderão “usar de propriedade particular, em caso de iminente perigo público, assegurado ao proprietário indenização ulterior, se houver dano”.

  O texto prevê a responsabilização do funcionário “que se omitir de suas obrigações, relacionadas com a segurança global da população ou que se exceder no cumprimento dos seus deveres” — não estão discriminadas as punições para os excessos.

  Mais à frente, outra norma absurda: as propriedades particulares localizadas em “áreas de risco” serão trocadas por outras situadas em “áreas seguras”. (Continua).

 

   Pior: na desapropriação, o governo estadual levará em conta a “depreciação e desvalorização” da edificação no local inseguro no momento de pagar pela propriedade.

  Alô, Supremo Tribunal Federal, onde está você?

Nota do governo petista  do Piauí

  O governo do Piauí enviou nota a O Antagonistapara explicar o decreto que autorizou servidores a esvaziar casas e desapropriar imóveisno enfrentamento da Covid-19.

Leiam:

  “O Governo do Estado do Piauí esclarece que o decreto nº18.942, de 16 de abril de 2020, que prevê a autorização do uso de propriedade particular será aplicado apenas em total acordo com o proprietário do imóvel e em caso de iminente perigo público, a construção de hospitais de campanha já está sendo realizada, todavia se outros precisarem ser construídos e, se não houver mais terrenos ou imóveis públicos disponíveis, será recorrido ao imóvel privado, mas apenas quando for extremamente necessário. Tal medida também vem sendo aplicada em outros estados. (Continua).

   

  Sobre a autorização para que os agentes da Defesa Civil adentrem em residências para prestar socorro ou para determinar pronta evacuação. A medida tem como objetivo resguardar os moradores da casa de uma situação de risco. No Equador, por exemplo, as pessoas estão sendo infectadas dentro de casa por um familiar e vindo a óbito, pois o sistema de saúde já colapsou, tanto como o sistema funerário. Portanto, a finalidade é evitar desastres de grandes proporções. (Continua).

 

  A Secretaria de Defesa Civil também poderá mobilizar servidores do estado e municípios para atuarem sob sua coordenação em caso de necessidade, além de convocar voluntários para reforçar ações de resposta e realização de campanhas de arrecadação de recursos junto à comunidade para facilitar ações de assistência à população. O decreto está em vigor em nível estadual e possui reconhecimento federal no Sistema Integrado de Informações sobre Desastres (S2ID), do Ministério do Desenvolvimento Regional.”

 

Zema diz que há ‘totalitarismo’ contra Bolsonaro

   Um dos sete governadores que não assinaram a carta conjunta divulgada ontemcom críticas a Jair Bolsonaro, Romeu Zema afirmou ao MGTV, jornal local da Globo, que parece haver um “totalitarismo” contra o presidente.

  O governador de Minas Gerais, o único do Partido Novo, alegou que preferiu não tomar posição porque já tem incêndios demais a apagar em seu estado. (Continua).

 

   “Eu vejo que está havendo um movimento exacerbado, desnecessário, com relação a algumas falas, algumas questões do presidente. Outro dia até brinquei, se o presidente arrotar, vai virar motivo de alguém se manifestar. Nós deveríamos focar no nosso trabalho”, afirmou.

  Sobre as aparições públicas de Bolsonaro que provocaram aglomerações, contrariando recomendações da OMS e de seu próprio Ministério da Saúde para conter a pandemia do coronavírus, Zema respondeu que é um direito do presidente.

“Dívida pública será nova armadilha ao crescimento sustentável”, diz Economia

    A Secretária de Política Econômica (SPE) do Ministério da Economia afirmou, em uma nota, que a dívida que o governo federal irá contrair no combate ao novo coronavírus será a “nova armadilha” para o crescimento sustentável.

  “Haverá queda inevitável do PIB e da arrecadação e, como consequência, elevação da dívida pública. A dívida pública, por sua vez, tornar-se-á uma nova armadilha ao crescimento sustentável. Uma dívida alta implica em um direcionamento elevado de parcela da poupança da economia para seu financiamento, o que reduz o que é utilizado para investimento privado.” 

 Segundo a SPE, as reformas estruturais terão de ser iniciadas logo após o fim da pandemia para preparar uma retomada econômica sustentável.

 “Como consequência, a necessidade de reduzir rapidamente a razão dívida/PIB será ainda mais essencial. Logo, passada a crise, as reformas que visam ao aumento da produtividade e ao equilíbrio fiscal se tornarão ainda mais necessárias.”

  Nos cálculos da secretaria, as medidas adotadas até agora têm impacto fiscal de R$ 297,2 bilhões, ou 4,1% do Produto Interno Bruto (PIB). Segundo anúncio do Ministério da Economia da semana passada, as despesas devem subir R$ 307,9 bilhõescom as ações para conter os impactos do novo coronavírus.

Ditador da Coreia do Norte em ‘estado grave’, dizem fontes dos EUA

   O ditador da Coreia do Norte, Kim Jong-un (Foto abaixo), estaria em “estado grave” depois de ter feito uma cirurgia, disse à rede de TV CNN uma autoridade americana com “conhecimento direto” do assunto

   Outra autoridade dos EUA afirmou à emissora que há preocupações do regime norte-coreano com a saúde do ditador, que tem 37 anos, mas a gravidade de seu caso é difícil de avaliar. (Continua).

  Kim não compareceu à comemoração do aniversário de seu avô –Kim Il-sung, o primeiro ditador comunista da Coreia do Norte– em 15 de abril, o que levantou especulações sobre seu estado de saúde.

  O Daily NK, um jornal online sul-coreano que cobre o país vizinho, informa que o ditador teria feito uma cirurgia cardiovascular em 12 de abril, por causa de consumo excessivo de cigarros e obesidade, entre outros fatores.

  Trump diz que vai suspender imigração para os EUA

   Donald Trump foi ao Twitter dizer que assinará um decreto para suspender temporariamente a imigração para os EUA, em razão do novo coronavírus.

  “Em razão do ataque do Inimigo Invisível, bem como da necessidade de proteger os empregos de nossos GRANDES cidadãos americanos, assinarei um decreto para suspender temporariamente a imigração para os Estados Unidos!”, escreveu o presidente. (Continua).

 

   Não está claro quanto tempo essa suspensão pode durar, como ela será implementada nas fronteiras ou se ela atingirá estrangeiros que já obtiveram o seu “green card”. A Casa Branca não deu detalhes.

  Até o momento, o coronavírus já infectou 786 mil pessoas nos EUA, matando mais de 42 mil.

 TSE diz que é possível manter calendário eleitoral de 2020

   O grupo de trabalho criado pela presidente do TSE, Rosa Weber, para mensurar o impacto da epidemia do novo coronavírus na eleição municipal deste ano concluiu que é possível realizar o pleito na data prevista, 4 de outubro.

 “À luz do Calendário Eleitoral vigente e considerado o período em que compilados os dados e projetados os impactos (de 13 a 17 de abril), a alcançar os eventos previstos para o mês de abril, o Grupo de Trabalho conclui que a Justiça Eleitoral, até o momento, tem condições materiais para a implementação das eleições no corrente ano”, diz relatório publicado hoje.

  Os técnicos estão replanejando os testes com as urnas eletrônicas. Consultados, os TREs informaram que é possível utilizar as máquinas já disponíveis nos estados.

   “Independentemente da conclusão pela viabilidade, tratativas para aprimorar a equalização do parque de urnas permanecem em curso”, diz o relatório.

  Gilmar Mendes manda soltar, mas advogado investigado continuará preso

   Gilmar Mendes (Foto). acolheu  um habeas corpus apresentado por Marcio Duarte Miranda, advogado investigado por negociar sentenças num esquema de grilagem de terras na Bahia, no âmbito da Operação Faroeste.

 A decisão, no entanto, refere-se a outro caso em que ele teve a prisão decretada, da Operação Palhares, por fraudes na venda de créditos tributários fictícios. Na Faroeste, permanece válida a prisão decretada pelo ministro Og Fernandes, do STJ. (Continua).

 

  A defesa também tenta derrubar esta prisão, mas até agora Edson Fachin, relator do caso, rejeitou os pedidos feitos ao Supremo.

  Governo prorroga fechamento da fronteira com o Uruguai

  Portaria publicada hoje no Diário Oficial da União prorrogou, por mais 30 dias, a entrada no Brasil de estrangeiros provenientes do Uruguai. (Continua).

 

  O fechamento da fronteira foi determinada no fim de março e terminaria nesta terça (22). A extensão foi recomendada pelo Ministério da Saúde, em razão do número crescente de infecções pelo novo coronavírus.

  Teich quer números antes de orientar mudança no isolamento, diz Bolsonaro

   Em sua chegada ao Alvorada hoje, Jair Bolsonaro afirmou que Nelson Teich quer se debruçar sobre os números do novo coronavírus no país antes de dar uma orientação sobre a flexibilização do isolamento social. (Continua).

 

   “Ele [o ministro da Saúde] é uma pessoa bastante equilibrada. Quer se inteirar para poder, em cima de números concretos, traçar uma diretriz de para que lado ele vai”, disse o presidente.

   Cidadania – antigo Partido Comunista – Seção Brasileira da Internacional Comunista (PCB), segundo o wikipédia –  pede a Aras para investigar Bolsonaro por atos contra o Congresso e STF

   O partido Cidadania (antigo PPS) pediu a Augusto Aras que inclua Jair Bolsonaro nos rol de investigados no pedido de inquérito sobre os organizadores dos protestos de ontem contra o Congresso e o STF.

  O pedido de Aras ao Supremo não inclui o presidente, mas sim deputados federais que teriam participado da organização, infringindo a Lei de Segurança Nacional. (Continua).

 

  O Cidadania diz que, por ter discursado em frente ao Exército, em Brasília, Bolsonaro também deve ser investigado.

  “É imperioso que a investigação também alcance o Presidente da República, a fim de que fique cabalmente esclarecida a real amplitude de sua participação nos supracitados atos”, afirmou.

 A decisão cabe a Aras.

  Alexandre de Moraes vai analisar pedido de Aras para investigar organizadores de atos contra Congresso e STF (E a Liberdade de Expressão dadas a todos pela Constituição?)

  O ministro Alexandre de Moraes (Foto abaixo) foi sorteado para analisar o pedido feito hoje por Augusto Aras para investigar organizadores dos atos promovidos ontem no país que pediam o fechamento do Congresso e do Supremo Tribunal Federal.

  O pedido de inquérito foi apresentado ao STF por incluir deputados federais que, para a PGR, teriam colaborado na organização dos protestos.

  O pedido tramita em sigilo e não inclui o presidente Jair Bolsonaro, que apareceu e discursou na manifestação de Brasília, realizada em frente ao Exército. (Continua).

 

   No STF, Moraes também conduz o inquérito sigiloso, aberto em março do ano passado, que já investiga ataques a ministros da Corte.

 Em conversa com Bolsonaro, Ibaneis topa fazer teste de abertura de escolas

   Jair Bolsonaro disse nesta segunda-feira (20) a Ibaneis Rocha (MDB) que pretende reabrir as escolas militaresna próxima semana.

  O governador do Distrito Federal, por sua vez, sugeriu fazer um teste na capital: abriria as 11 escolas cívico-militares do DF em 3 de maio, quando o comércio será retomado, e avaliaria a viabilidade de expandir o acesso aos colégios em meio à pandemia  do novo coronavírus.

“Pode ser uma boa ideia. Acionei o pessoal da Educação e da Segurança. É um público menor, nessas escolas é mais fácil ensinar noções de higiene. Uma boa experiência para quando quisermos abrir todas as escolas”, disse Ibaneis a O Antagonista.

  Coronavírus “pode sobreviver em máscaras até 7 dias”, alerta novo estudo

 POR LILIANA LOPES MONTEIRO – do notíciasaominuto.

  Muitos indivíduos estão atualmente a usar máscaras na tentativa de prevenir serem infetados pelo novo coronavírus, que causa a doença da Covid-19, todavia um novo estudo revela que esses objetos de proteção podem afinal servir de habitat para o Sars-coV-2 durante cerca de uma semana.

  Malik Peiris, especialista em saúde pública e virologista clínico responsável por compilar a pesquisa realizada por uma equipa de investigadores da Universidade de Hong Kong, na China, disse em entrevista ao canal de televisão CBC News (num vídeo divulgado pelo jornal Daily Star) que os dados apurados remetem para a importância de  os indivíduos que utilizam as máscaras não tocarem de modo algum na parte exterior das mesmas.

   O virologista disse que ao tocar numa máscara infetada as mãos da pessoa ficam automaticamente contaminadas e “se toca nos olhos pode estar igualmente a transferir o vírus para a vista”.

De acordo com o estudo, o Sars-coV-2 permanece em plástico e em aço inoxidável entre quatro a sete dias, enquanto tende a desaparecer de dinheiro em notas, bem como de vidro, por volta do quarto dia.

  A pesquisa permitiu apurar ainda que o vírus desaparece em média de tecidos após dois dias, permanecendo em material à base de papel ou cartão por não mais do que três horas.

  Publicada no periódico científico The Lancet, os investigadores notaram que, de forma impressionante, o vírus permanecia ativo no exterior das máscaras cirúrgicas mesmo após sete dias de terem sido inicialmente contaminadas.  (Continua).

 

   Ainda assim o estudo revelou que a concentração do vírus diminuiu significativamente com o passar do tempo em cada superfície e que o vírus mostrou estar suscetível a métodos standard de desinfeção.

  Os resultados não mostraram ou refletiram “necessariamente o risco potencial de contrair o vírus através de contacto casual, isto porque a presença do Sars-coV-2 havia sido detetada em intrumentos de laboratório e não em mãos e dedos humanos”, explicou Malik Peiris à CBC News. (Continua).

 

  Leo Poon Lit-man, docente na HKU’s School of Public Health, acrescentou que lavar as mãos regularmente continua a ser a melhor forma de conter a propagação do novo coronavírus. Sublinhando ainda a importância extrema dos indivíduos evitarem tocar no rosto, na boca, nariz e olhos com as mão sujas.

 Erupções cutâneas podem ser um novo sintoma do coronavírus, diz estudo nos EUA

 Erupções cutâneas estão surgindo como possíveis novos sintomas do coronavírus nos Estados Unidos. A Academia Americana de Dermatologia (AAD) iniciou pesquisas adicionais por alguns médicos e passou orientações sobre essa nova possibilidade, que surgiu após uma paciente de Los Angeles, na Califórnia, descrever uma irritação avermelhada dolorosa nos pés, segundo publicou o jornal Extra.

 A jovem conversou com a rede de TV “ABC”, e disse que desenvolveu febre e tosse, mas depois exibiu outros sintomas que não foram amplamente associados à Covid-19. Quando ela tentou coçar levemente uma espécie de ferida e seus vasos sanguíneos se romperam.

 Estudo diz que coronavírus é mais transmissível do que se pensava

 Por iG Último Segundo

  Um novo estudo, realizado na Califórnia, EUA, descobriu que o número de pessoas infectadas com coronavírus pode ser dezenas de vezes maior do que se pensava anteriormente.

  O estudo da Universidade de Stanford, que foi divulgado na sexta-feira (17) e ainda não foi revisado por pares, testou amostras de 3.330 pessoas no município de Santa Clara e descobriu que o vírus era 50 a 85 vezes mais comum do que os números oficiais indicados.

  Para facilitar os amplos bloqueios existentes para impedir a propagação da Covid-19, as autoridades de saúde devem primeiro determinar quantas pessoas foram infectadas. Grandes estudos sobre a prevalência do vírus em uma região podem desempenhar um papel fundamental, dizem os pesquisadores.

  “Isso tem implicações para saber até que ponto estamos no curso da epidemia”, disse Eran Bendavid, professor associado de medicina da Universidade de Stanford, que liderou o estudo. “Isso tem implicações nos modelos epidêmicos que estão sendo usados ​​para elaborar políticas e estimar o que isso significa para o nosso sistema de saúde”.

  O estudo é o primeiro em larga escala desse tipo nos EUA, disseram os pesquisadores. Ele foi realizado com a identificação de anticorpos em indivíduos saudáveis ​​através de um teste de picada no dedo, que indicava se eles já haviam contraído e se recuperado do vírus. Os voluntários do estudo foram recrutados por meio de anúncios no Facebook, que os pesquisadores dizem ter como objetivo capturar uma amostra representativa da demografia e geografia do município. (Continua).

 

  Na época da pesquisa, o condado de Santa Clara tinha 1.094 casos confirmados, resultando em 50 mortes. Mas, com base na taxa de participantes que possuem anticorpos, o estudo estima que é provável que entre 48 mil e 81. mil pessoas tenham sido infectadas no início de abril.

  Isso também significa que o coronavírus é potencialmente muito menos mortal para a população em geral do que se pensava inicialmente. Na terça-feira (14), a taxa de mortalidade por coronavírus nos EUA era de 4,1% e os pesquisadores de Stanford disseram que suas descobertas mostram uma taxa de mortalidade de apenas 0,12% a 0,2%.

  O estudo foi interpretado por alguns como significando que estamos mais próximos da imunidade do rebanho – o conceito de que, se um número suficiente de pessoas em uma população desenvolveu anticorpos para uma doença, a população se torna imune – do que o esperado. Isso permitiria que alguns voltassem ao trabalho mais rapidamente, uma estratégia atualmente sendo implantada na Suécia. Mas os pesquisadores por trás do estudo disseram não tirar conclusões precipitadas ou fazer escolhas de política até que mais pesquisas sejam feitas.

  O experimento confirma a crença generalizada de que muito mais pessoas do que se pensava foram infectadas com o coronavírus, disse Arthur Reingold, professor de epidemiologia da UC Berkeley, que não estava envolvido no estudo. (Continua).

 

  “A idéia de que isso seria um passaporte para voltarmos ao trabalho com segurança e nos colocar em funcionamento tem duas restrições: não sabemos se os anticorpos protegem você e por quanto tempo e se uma porcentagem muito pequena da população ainda tem anticorpos”, disse ele.

  Mesmo com a taxa ajustada de infecção encontrada na pesquisa, apenas 3% da população tem coronavírus – o que significa que 97% não. Para alcançar a imunidade do rebanho , uma parcela significativa da população teria que ser infectada e recuperada do coronavírus.

  Também não está claro se o estudo, realizado exclusivamente em residentes do município de Santa Clara, é representativo do resto dos Estados Unidos, disseram os pesquisadores. (Continua).

 

  “É absolutamente crítico que estudos semelhantes sejam realizados em todo o país”, disse Jayanta Bhattacharya, professor de Stanford e autor. “É muito claro que o vírus é mais prevalente em algumas áreas do que em outras, e entender a prevalência de vírus em cada região é um passo crítico para a formulação de políticas.”

Homens são mais vulneráveis ao coronavírus devido aos testículos, conclui estudo

  A Covid-19 liga-se ao nosso corpo através de recetores que existem nos pulmões, intestinos, vasos sanguíneos e testículos, o que dá mais duas portas de entrada à doença em homens. Em Portugal, as mulheres têm mais casos mas os homens morrem em maior número.

  Por isso, investigadores da Faculdade de Medicina Albert Einstein, em Nova Iorque, debruçaram-se sobre pacientes do novo coronavírus em Bombaim, na Índia, e mostraram duas debilidades particulares que podem aumentar o risco da doença em homens: os testículos.

  Publicado no portal medRxiv – uma página que serve de introdução a artigos que ainda não foram revistos por outros investigadores -, o estudo foca-se no recetor que serve de porta de entrada ao novo coronavírus no organismo humano.

  As proteínas ACE2 – enzimas conversoras de angiotensina 2 (ACE2) – são recetores que existem em células epiteliais dos pulmões, intestinos, rins e vasos sanguíneos, e aos quais o SARS-CoV-2 se liga para entrar no nosso corpo.

  Além destes locais, existe um outro onde são produzidos recetores ACE2 a alto ritmo: o tecido testicular. Por outro lado, o tecido ovário não o faz. Isto faz com que, em homens, a Covid-19 tenha mais uma porta de entrada, em relação a mulheres.

  Se é isso que diferencia a letalidade da doença em homens e mulheres, é ainda cedo para dizer: o estudo é apenas preliminar e não foi revisto. Mas existe base científica por detrás do trabalho.

  Os precedentes deixados por vírus dizem-nos que são organismos que gostam de explorar locais mais silenciosos para surpreender o sistema imunitário do hospedeiro. O mesmo acontecia com o vírus do ébola, que se escondia nas células da retina humana

  Além disso, também já é conhecido que a família do coronavírus tem no recetor ACE2 o seu amigo que a deixa entrar no corpo humano – e também se sabe que existem poucos locais onde esta proteína existe no organismo.

 “No segundo semestre nós estamos voltando ao combate”

  Paulo Guedes (Foto abaixo). afirmou nesta segunda-feira (20) que o Brasil deve começar a retomada econômica no segundo semestre deste ano.

  Em videoconferência do BTG Pactual, Guedes disse que o Brasil deve sair “para o lado de lá” da crise em dois ou três meses. (Continua).

  “Nossa ideia é que no segundo semestre nós estamos voltando ao combate. A primeira onda está nos abafando agora. Estamos lutando ainda contra a primeira onda, mas a segunda já está batendo. Nós achamos que daqui a dois ou três meses a gente já está saindo para o lado de lá. Não sabemos em que estado, mas estamos saindo do lado de lá.”

  Guedes é um pouco mais otimista que Roberto Campos Neto, presidente do Banco Central, que espera a retomada econômica a partir do último trimestre deste ano.

 “Não sou coveiro”, diz Bolsonaro sobre mortes por Covid-19

  Questionado na porta do Palácio da Alvorada sobre as novas mortes registradas pela Covid-19, Jair Bolsonaro respondeu: “Ah, ô cara, eu não sou coveiro, está certo?!”.

  O jornalista questionou o presidente, com base em dados equivocados inicialmente divulgados pelo Ministério da Saúde, sobre “mais de 300 mortes” que teriam ocorrido nas últimas 24 horas.

  “Temos que votar isso bem antes”, disse Maia “Botafogo”, sobre projeto do fim dos supersalários

 Rodrigo Maia, como recordamos há pouco aqui, prometeu colocar na pauta “em breve” o projeto que acaba com os supersalários no funcionalismo público. (Continua).

 

  O requerimento de urgência seria votado na semana passada, mas o lobby do Ministério Público e dos magistrados nos estados forçou o adiamento por tempo indeterminado.

   A Liderança Pública (CLP), uma organização sem fins lucrativos, divulgou um vídeo convidando a população a pressionar pela votação e aprovação dessa matéria, que tramita no Congresso desde 2016.

  Líder do Novo critica Bolsonaro; governador do partido não assinou carta contra o presidente

   O deputado Paulo Ganime, líder do Novo na Câmara, chamou de “absurdo” o gesto de Jair Bolsonaro de participar de uma manifestação com pedidos, por exemplo, de reedição do AI-5.

 Sobre as declarações dadas hoje pelo presidente, em defesa da democracia, Ganime comentou:

  “Espero que o presidente tenha visto que errou, mas ele tem feito isso de forma tão constante que não sei se faz propositalmente ou não.”

  O governador do partido, Romeu Zema, de Minas Gerais, foi um dos que não assinaram uma carta de governadores contra Bolsonaro. Na bancada do Novo, há uma avaliação de que Zema não o fez porque “quer manter o diálogo” com o Planalto.

João Amoêdo, no Twitter, também repudiou Bolsonaro.

Balança comercial: superávit de US$ 3,4 bilhões no acumulado de abril

   Segundo dados divulgados hoje pelo Ministério da Economia, a balança comercial brasileira registra um superávit de US$ 3,413 bilhões no acumulado do mês de abril.

 Tomando como base a média dos dias úteis, o saldo positivo foi de US$ 284,4 milhões — o que significa uma leve alta em relação a abril de 2019 (US$ 269,2 milhões na média diária).

 No acumulado do mês até ontem, as exportações somaram US$ 10,392 bilhões, e as importações alcançaram US$ 6,797 bilhões.

 Já no acumulado deste ano, o superávit da balança comercial é de US$ 8,975 bilhões.

 Mandado de Segurança contra Bolsonaro está nas mãos de Celso de Mello, conforme denunciou um dia antes o ex-deputadp Roberto Jheferson

  O mandado de segurança protocolado ontem à noite para limitar os poderes de Jair Bolsonaro foi distribuído para gabinete do decano Celso de Mello.

  Na peça, os advogados Thiago Santos Aguiar de Pádua e  José Rossini Campos do Couto Correa acusam o presidente de crime de responsabilidade, por quebra de decoro, ataques contra jornalistas, contrariedade às orientações da OMS e apoio a atos contra o Congresso e o STF.

Mandado de Segurança contra Bolsonaro está nas mãos de Celso de Mello

  Rodrigo Maia “Botafogo”  é acusado também de ter sido omisso ao ignorar um pedido de impeachment protocolado anteriormente. (Isso tudo, conforme o ex-duputado Toberto Jheferson, é maracutaia já pronta para tirar o rabo de Maia “Botafogo” da reta, mas o objetivo do plano, segundo ainda o ex-deputado, é cassar Bolsonaro, com a participação de membros do STF ligados ao PT).

 Rodrigo Maia “Botafogo”, novidades sobre o projeto dos supersalários?

 Na semana passada, depois de adiar a votação do requerimento de urgência do projeto que tenta acabar com os salários acima do teto constitucional no funcionalismo público, Rodrigo Maia disse que “em breve” resolveria a questão.

 Nós vamos cobrar.

 O adiamento, segundo o Antagonista,  como registramos, veio depois que entidades como a Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR) e associações de magistrados dos estados, por exemplo, entraram em campo e seus representantes dispararam mensagens e ligações para parlamentares antes da sessão.

  “O bicho começou a pegar, depois que, na reunião de líderes, chegou-se ao consenso de que este momento [pandemia do novo coronavírus] seria o ideal para votar a proposta. Aí vieram com uma história de que a votação poderia ficar para agosto. Na verdade, aí ficaria para as calendas. Ao que tudo indica, ainda teremos eleições municipais. Depois, Rodrigo Maia terminará seu mandato. Se não votar agora, não vai votar nunca mais”, comentou com O Antagonistao deputado Rubens Bueno (Cidadania), relator da matéria, que, aliás, tramita no Congresso  desde 2016 — são quatro anos. (Continua).

 

  Nossa reportagem (O Antagonista)  apurou que ministros de tribunais superiores, como Gilmar Mendes (STF) e João Otávio de Noronha (STJ), já sinalizaram que são favoráveis à proposta. A maior resistência parte de setores do Ministério Público e de juízes estaduais.

 Na semana passada, Rodrigo Maia prometeu agir com o máximo de brevidade possível, promovendo uma reunião do deputado relator com Dias Toffoli e Augusto Aras.

Até agora, nada.

Gilmar diz que estado de sítio não está adaptado para pandemia

  Em seminário hoje, Gilmar Mendes afirmou que os decretos de estado de sítio e estado de defesa não estão “adaptados” para o tipo de situação que o Brasil enfrenta diante da pandemia do novo coronavírus, registra Fausto Macedo.

 Para o ministro do STF, essas possibilidades se restringem a um contexto de conturbação social, e são “muito mais” necessárias outras medidas ligadas à questão sanitária.

  Em março, depois de a Crusoérevelar que o Planalto encomendou pareceres sobre um eventual decreto de estado de sítiopor causa do novo coronavírus, a OAB emitiu parecer considerando a medida inconstitucional nesse caso.

  A Covid-19 está matando as petrolíferas

   A pandemia está devastando o mercado petrolífero.

  Os contratos de maio do petróleo nos Estados Unidos caíram mais de 85%, e o preço do barril está sendo negociado por menos de 3 dólares.

  Não adiantou nada a diminuição da produção pela Opep e demais países produtores. Com as economias paralisadas, a  demanda nunca foi tão baixa. As empresas petrolíferas não podem sobreviver neste contexto. Inclua aí a Petrobras.

 Toffoli diz que “não é possível admitir” soluções fora da institucionalidade

    Mateus Coutinho, na Crusoé , informa que o presidente do STF, Dias Toffoli, disse hoje que “não é possível admitir qualquer outra solução que não seja dentro da institucionalidade do Estado Democrático de Direito”.

  A declaração do presidente do Supremo é dada um dia depois de Jair Bolsonaro ter participado de uma manifestação em Brasília que pedia o fechamento do STF e do Congresso, além de uma intervenção militar no país.

  Toffoli participou de uma videoconferência com representantes de seis entidades da sociedade civil, incluindo a OAB, a Confederação Nacional dos Bispos do Brasil e a Associação Brasileira de Imprensa.

 “Acredito que o último trimestre vai mostrar melhora” na Economia, diz presidente do BC

  O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto (Foto abaixo), afirmou que a retomada econômica deve começar no quatro trimestre deste ano.

  “Acredito que o último trimestre vai mostrar uma melhora, obviamente de uma base muito baixa. A dúvida é o terceiro trimestre, o quanto vai ser impactado”, disse ao SBT. (Continua).

  Sobre o preço do dólar, Campos Neto disse que o câmbio é flutuante e, portanto, é difícil prever se a moeda continuará no patamar de R$ 5.

   “Difícil dizer o que é o novo normal. Quando você pensa em um horizonte mais longo, taxa de juros e inflação mais baixa, tem uma perspectiva do câmbio ser mais desvalorizado, isso a longo prazo.”

 Maia cancela agenda após manifestantes e caminhoneiros fazerem protesto em frente a sua casa e revelação bombástica de Roberto Jheferson para derrubar Bolsonaro

  Rodrigo Maia cancelou toda a agenda de ontem  (20).

  O presidente da Câmara havia confirmado participação em duas videoconferências, uma pela manhã e outra à tarde, mas a assessoria de Maia informou que os compromissos foram cancelados, sem informar o motivo. (Continua).

 

  O cancelamento ocorre um dia após Jair Bolsonaro participar de ato pró-ditadura, com ataques ao Congresso, que tensionou ainda mais a relação do presidente com o Legislativo.

 O golpismo saiu do armário

  Fábio Zanini comentou:

 “Líder do movimento chapa branca Nas Ruas, Tomé Abduch escreveu que ‘ainda’ é a favor da democracia. Mas alertou: sua paciência com esse sistema está acabando (…).

 Há vozes exaltadas entre parlamentares também. Um exemplo é o deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ).

  Em uma live, ele lamentou ‘a impotência de não podermos modificar [o Brasil] do dia para a noite, salvo se as Forças Armadas dissolverem STF, Parlamento e tudo’.

 Seu colega Bibo Nunes (PSL-RS) justificou os pedidos de golpe em razão de uma campanha injusta contra o presidente.”

 O golpismo saiu do armário. É preciso impedir que ele saia também dos quartéis.

 Excesso de petróleo

  O novo coronavírus fez despencar a demanda por petróleo, e isso criou um gargalo inusitado: não há onde guardá-lo.

Jorge Camargo, do Cebri, explicou para a Crusoé:

“A capacidade mundial de armazenagem, de 1,6 bilhão de barris, está praticamente esgotada.”

  Gilmar Mendes defende quebra de sigilo de golpistas (E você, Gilmar, abre seu sigilo telefônico e fiscal?).

   Gilmar Mendes defendeu a quebra de sigilo telefônico e bancário dos militantes bolsonaristas que participaram do ato golpista de domingo. (Continua).

 

  Em entrevista à GloboNews, o ministro do STF disse também que eventuais decretos de Jair Bolsonaro contra o isolamento social podem levá-lo a ser responsabilizado penalmente.

 O motim bolsonarista

  Jair Bolsonaro pode acabar decretando o estado de sítio, segundo Carlos Andreazza.

  “Não me surpreenderei se, instalada a depressão econômica, afundado o Brasil enfim na ingovernabilidade que ele próprio forja, de resto propagando teorias conspiratórias e acusando até a Corte Máxima de tramar golpe contra si, Bolsonaro decretar medida extrema, como estado de sítio.

 Uma provocação para que o Congresso reaja, derrube o decreto, promova o que seria choque institucional violento — daí irrompendo o caos social, a desobediência civil, a anomia em meio à pandemia. O golpismo está no ar tanto quanto o vírus.

  Aliás, tendo falado sobre chavismo, alerto para a possibilidade de o apoio armado com que conta o bolsonarismo não ser o militar; mas o de milícias como aquelas que se amotinaram, contra o Estado, no Ceará.”Com informações do Antagonista, Extra, Uol, O Tempo.Imagens redes sociais. (Amplie o vídeo para ver melhor).

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *