SAÚDE

10 VÍDEOS – Sobe em Linhares número de coronavírus; EUA ajudam financeiramente Brasil no combate a coronavírus; Universidade do Texas sob investigação com laboratório chinês e ES registra oito mortes em 24 horas

 Linhares começa a segunda-feira (4) com mais 2 casos confirmados de coronavírus: agora, o Município registra 48 casos da doença.  Os novos casos são de moradores do Interlagos e Aviso. (Continua).

 

  O número de internados também subiu: agora são 3 pacientes em hospital.

A boa notícia é que mais 2 pacientes foram curados: hoje, Linhares tem 16 pacientes curados clinicamente da doença. (Continua).

 Os demais casos são: 28 em isolamento domiciliar e 1 óbito.

Os casos confirmados estão nos seguintes bairros:

Interlagos: 13

Araçá: 8

Centro: 2

Jardim Laguna: 4

Planalto: 3

Três Barras: 3

Aviso: 5

BNH: 4

Santa Cruz: 1

Japira: 3

Juparanã: 1

São José: 1

Seguem os dados do Boletim Oficial 47, reforçando a importância do isolamento social!  (Continua).

 ✅ 691 casos notificados;

✅ 48 confirmados;

✅ 01 óbito;

✅ 323 descartados;

✅ 320 casos em investigação.

Todos os exames são realizados no Laboratório Central do Espírito Santo – Lacen-ES -, único credenciado pelo Ministério da Saúde em território capixaba.

Reforçamos a todos que os canais oficiais com as informações da Prefeitura são as redes sociais do Município.

✅ @prefeituradelinhares

✅ Facebook/prefeituradelinhares

EUA anunciam auxílio de R$ 5,2 milhões para Brasil combater pandemia

 

  “Esta iniciativa ajudará os esforços do Brasil para mitigar o impacto socioeconômico e de saúde da Covid-19”, diz embaixador dos EUA.

 O governo dos Estados Unidos anunciou, na última sexta-feira (1º), um auxílio de US$ 950 mil — cerca de R$ 5,2 milhões — para o Brasil.

 O montante deverá ser aplicado em investimentos na mitigação dos impactos causados pela pandemia do novo coronavírus, com foco na região da Amazônia.

O embaixador dos EUA no Brasil, Todd Chapman, salientou:

  “Esta iniciativa ajudará os esforços do Brasil para mitigar o impacto socioeconômico e de saúde da Covid-19 e demonstra claramente nosso compromisso de longa data com nossa parceria estratégica com o Brasil.”

Em nota à imprensa, a representação diplomática dos EUA no território brasileiro acrescentou:

“Essa assistência faz parte do investimento anterior dos EUA no Brasil, que totaliza mais de US$ 617 milhões nos últimos 20 anos, incluindo quase US$ 103 milhões em saúde. Esse fundo será coordenado pela Agência dos EUA para o Desenvolvimento Internacional (USAID) por meio de parceiros do setor privado e da sociedade civil e em coordenação com o governo brasileiro.”

  Universidade do Texas sob investigação por ligação com laboratório chinês

 

  Um crescente corpo de evidências sugere que a pandemia de coronavírus começou no Instituto de Virologia Wuhan.

O Departamento de Educação dos Estados Unidos está investigando as relações da Universidade do Texas com um laboratório de doenças infecciosas em Wuhan, na China.

 O Instituto de Virologia de Wuhan é apontado como o ponto de partida da pandemia de coronavírus, que já infectou milhões de pessoas e matou centenas de milhares mundo afora.

 O vírus também provocou demissões em larga escala, o que afetou intensamente a economia mundial, gerando rumores de uma nova recessão.

  Investigadores federais solicitaram que a Universidade do Texas entregasse todos os documentos relacionados a contratos com o laboratório chinês e o pesquisador Shi Zhengli, especialista em morcegos, segundo o The Wall Street Journal.

 A investigação faz parte de um esforço mais amplo para examinar os possíveis vínculos da instituição de ensino com Pequim e cerca de duas dúzias de empresas estatais chinesas, bem como com Eric Yuan, CEO da Zoom Communications.

 A Universidade do Texas está trabalhando em uma resposta à solicitação do Departamento de Educação, destaca o portal True Pundit.

  China escondeu intencionalmente a gravidade da pandemia, diz EUA

   Pequim teria aumentado a importação e ao mesmo tempo freado a exportação de suprimentos médicos.

 O regime comunista da China “ocultou intencionalmente a severidade” da pandemia do novo coronavírus no início de 2020.

   A informação está presente em um relatório de inteligência de quatro páginas do Departamento de Segurança Interna dos EUA obtido pela agência de notícias Associated Press neste domingo (3).

 Datado de 1º de maio, o documento afirma que autoridades em Pequim já sabiam sobre o potencial de contaminação do Covid-19 em janeiro, mas inicialmente esconderam o fato para estocar suprimentos médicos necessários para responder ao surto.

 O relatório afirma ainda que o Partido Comunista Chinês deixou de informar a Organização Mundial de Saúde (OMS) de que o coronavírus “era contagioso” durante boa parte do mês de janeiro.

 Dessa forma, a China teve tempo para solicitar suprimentos médicos do exterior. Importações de máscaras, aventais cirúrgicos e luvas aumentaram acentuadamente, acima do normal, destaca o relatório.

Oito mortes e 143 casos de coronavírus nas últimas 24 horas no ES 

  O Espírito Santo registrou 8 novas mortes e 143 novos casos de coronavírus, nas últimas 24 horas. Os dados foram divulgados pela Secretaria de Estado da Saúde, por meio do Painel Covid-19.

  Com estes novos números, o Estado chegou a 123 mortes pela doença, desde o início da pandemia. 45 destas mortes foram confirmadas no município da Serra, seguido por Vitória (23), Vila Velha (22), Cariacica (12) e Fundão e Viana (3 cada).

 Afonso Cláudio, Aracruz, Guarapari, Santa Maria de Jetibá, Iúna, Linhares, Nova Venécia, Pinheiros, Presidente Kennedy e São Mateus também registraram mortes pela covid-19. Fontes: SECOM Linhares, A Tribuna ES e Renova Mídia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *