Polícia

TENTATIVA DE HOMICÍDIO – Mulher joga gasolina e taca fogo ex-namorado; não há dados no Brasil de quantos homens são mortos por ano, esfaqueados, torturados, espancados, carbonizados, mortos a mando por mulheres para ficarem com sua grana ou amantes; só de crimes – atualizadíssimos – praticados pelo homem contra a mulher, publicados por órgãos de defesa da mulher, além de movimentos feministas. É preciso, urgente, dar um basta só na vitimização de só um lado

A vítima teve queimadura de segundo e terceiro grau em 55% do corpo e continua internada. (Continua).

 Uma jovem, 20 anos, foi presa na segunda-feira (10), no Centro do Rio de Janeiro, suspeita de atear fogo no ex-namorado, o motoboy Daniel Jean Rocha Claudino, 20. De acordo com o site O Dia, Kátia Cristina de Almeida da Silva era considerada foragida. (Continua).

 A vítima teve queimadura de segundo e terceiro grau em 55% do corpo e continua internada no Hospital Souza Aguiar. Ainda segundo o site, o crime aconteceu na manhã do dia 15 de janeiro, em Cachambi. (Continua).

 A suspeita teria jogado gasolina, riscado um fósforo e ateado fogo em Daniel. A motivação seriam o término do relacionamento, não aceito por Kátia. O caso é investigado pela 23ª Delegacia de Polícia.

O motoboy estaria fazendo um reparo na moto quando a suspeita teria jogado gasolina, riscado um fósforo e ateado fogo em Daniel. A motivação seriam o término do relacionamento, não aceito por Kátia.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *