Polícia

MORRE Divino Rizzo, integrante do Moto Clube Forasteiros do Norte; ele foi vítima de acidente em Pendanga, Ibiraçu

 O motoqueiro linharense Divino Rizo, de 54 anos de idade, morreu vítima de acidente de trânsito em Pendanga, em Ibiraçu, na tarde de ontem (18).

 Divino era muito conhecido e querido  em toda a região e fazia parte do Moto Clube Forasteiro do Norte. Ele residia atualmente em João Neiva. (Continua).

 Conforme informações da Polícia Rodoviária Federal, o acidente aconteceu por volta das 15:30 h. (Continua).

 Rizzo pilotava sua motocicleta Falcon NX 400 cilindradas e seguia pelo corredor quando teria colidido na traseira de um automóvel  VW Amarok, sendo lançado em seguida  para frente de um caminhão que vinha em outra direção.

 Uma das rodas do caminhão, que estava carregado de combustível, teria passado por cima em parte do corpo de Rizzo. (Continua).

 

 Plantonistas da ECO, Concessionária que administra a BR 101, chegaram a socorrer a vítima encaminhando-o para o Hospital São Camilo, em Aracruz, mas ele não resistiu aos ferimentos e veio a óbito. (Continua).

 A família não divulgou ainda onde será o velório e sepultamento. (Continua).

 SAIBA MAIS – A origem da família Rizzo no Brasil teve origem quando  filhos e esposa de Giuseppe Rizzo desembarcaram no Brasil no dia 17 de maio de 1957.

Eles vieram de Morano Calabro, Província di Cosenza, uma pequena cidade bem no sul da Calábria, em que, na chegada, o viajante encontra uma placa que afirma: Uno dei Borghi pìu belli d’Italia.~(Continua).

 

 A vinda da família para o Brasil aconteceu no período pós II Guerra Mundial (1939-1945), quando toda a Europa vivia uma grande crise em todos os sentidos. Foi em 1955, quando houve mais uma leva de migrantes, que, para sobreviver, alguns foram praticamente obrigados a deixar seu país. Não foi diferente para Giuseppe Rizzo, que, sentindo-se desesperado, não via outra solução, a não ser partir e “fazer a América”, termo sempre usado por aqueles que se lançavam na aventura de buscar o Novo Mundo. Foi aí que começou a saga de Giuseppe, deixando para trás seis filhos: Nunzia, Maria, Francesco, Carmela, Luigi, Concetta e sua amada esposa Rosina. Fonte: Internet. Fotos:

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *