cinco criminosos trocam tiros com polícia em sooretama
Polícia

Mãe de estudante que sofreu beliscão na escola agora afirma que filha está sendo vítima de perseguição

Dobre seu capital em 30 Dias!

Da redação: Flávio Tintori

“A rejeição tem vindo por parte de outros funcionários de rede Municipal e até da própria Professora da Criança.”

A mãe da menina de cinco anos de idade, que estuda da Escola Municipal de Ensino Fundamental Zeferino Fioroti, localizada no Bairro Santa Cruz em Linhares, norte do Espírito Santo, novamente procurou a nossa redação dessa vez para relatar outros fatos que tem acontecido com a criança.Segundo ela, após a menina teria sofrido uma agressa física pela Coordernado da rede munícipal de ensino, que segundo a diretora da escola garantiu que depois do fato ela teria sido afastada da função o que aconteu segundo informações de uma Conselheira Tutelar.

Depois do suporto beliscão que a menina tenha sofrido na escola, alguns dias depois a criança foi chamada há cozinha da escola por funcionários, onde chegando lá a Coordenadora estava presente e pediu para que pudesse desmentir a versão, a cordenadora fez elogios a crianças, dizendo que ela era tão linda, e alegando que ela não havia feito aquilo com ela. A criança permaneceu firme nas suas palavras dizendo que ela havia beliscado sim.

Segundo a nova lei da escuta, a criança não pode ser ouvida duas vezes, o que já está sendo uma violação da lei. O caso foi encaminhado ao DPJ de Linhares e a menina passou por exames de corpo e delito.Após esse fato, segundo a criança, a coordenadora, tem passado por ela na escola e colocado apelidos, chamando a criança de gorda, baleia, entre outros.

Também a professora da criança, tem feito descriminação por causa de um apontador que ela quebrou por acidente. A professora fez ameaças dizendo que chamaria a Polícia para prender a criança, se por acaso a mesma não colocasse outro apontador no lugar. Segundo a mãe da criança, a mesma está com medo de retornar a escola por causa das ameaças que tem sofrido.

 O Conselho tutelar Regional II, teve conhecimento do caso ainda no Início, mais até o presente momenro nenhuma providencia foi tomada. O caso segue no Ministério Público de Linhares e está aguardando uma providencia da Justiça.

 

Um comentário em “Mãe de estudante que sofreu beliscão na escola agora afirma que filha está sendo vítima de perseguição”

  1. Aqui é Willian Alves , eu estou indignado com esses assunto q saite posta eu conheço alguns professores sei quem é a mãe eo pai dessa garotinha, pesso q antes de publicarem algum assunto, pesquisem primeiro os fatos. Essa mãe é desiquilibra ,…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *