Polícia

20 ANOS DE PRISÃO – Mulher que encomendou morte do marido é condenada; marido morreu queimado dentro do carro – HOMINICÍDIO

Lindolfo Collor (RS)  – A mulher acusada de encomendar a morte do marido, o gerente industrial Marcelo Edson Matte, foi condenada pelo Tribunal do Júri. O resultado saiu por volta da 1h15 da madrugada desta sexta-feira (31), após 16 horas de julgamento.

Liete Lenice Wandscher Matte, 31 anos, (de jeans entrando no fórum)  foi condenada a 20 anos de prisão. O irmão dela, Laércio Wandscher, também foi condenado, mas a 21 anos de reclusão. Eles poderão responder em liberdade. (Continua).

 Os matadores de aluguel Jônatan Garcia Woithoski, vulgo Alemão, 25 anos, e Geovani Francisco dos Santos, 30, foram condenados a, respectivamente, 15 anos e 18 anos de reclusão. Os dois já cumprem pena no regime fechado e seguirão nesta condição. (Continua).

 O júri popular, que iniciou na manhã de ontem, aconteceu Fórum de Novo Hamburgo.

Relembre o caso

Marcelo Matte foi encontrado morto na rua Eldorado, no bairro Santo Afonso, em Novo Hamburgo, por volta das 4 horas do dia 6 de fevereiro, uma sexta-feira. O corpo, parcialmente queimado, estava ao lado da caminhonete Ranger, que pertencia a vítima. O carro ficou completamente incendiado.  (Continua).

 Horas antes, por volta da 0h30, assaltantes armados, encapuzados e usando luvas, invadiram a casa de Marcelo e Liete, na rua 26 de Março, no bairro Boa Vista, em Lindolfo Collor.

Os bandidos renderam o casal e a filha deles. Depois de carregarem duas TVs para a Ford Ranger e pegarem um HD externo, além de três aparelhos celulares, os criminosos fugiram levando Marcelo Matte como refém. Fonte O Diário da Encosta da  Serra. Foto Rafel Petry.

* Não há, até o presente momento, no Google, nenhum dado de quantos homens sãos espancados, torturados, esfaqueados e mortos por mulheres. Só de atos praticados por homens publicados por órgãos de defesa e direitos da mulheres, além de movimentos feministas. Fonte: G1.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *