Foz do Rio Doce é palco da IV Carebada Cultural – meio ambiente, cultura e turismo Uma série de atrações artístico-culturais estão previstas para celebrar o nascimento dos primeiros filhotes das tartarugas marinhas, e a chegada do verão. Regência (26/11/2018) – A Fundação Pró Tamar e o Centro Nacional de Pesquisa e Conservação de Tartarugas Marinhas e Biodiversidade Marinha do Leste (Centro Tamar- ICMBio) se unem a artistas capixabas – locais, regionais e de Vitória - e outros parceiros na
Geral

Regência Augusta (ES) sedia amanha (01) o Careba Cultural

A programação terá início às 15h00 com um workshop temático (roda de conversa) “Música Capixaba, Meio Ambiente e Processos Criativos”.

O evento Carebada Cultural, em sua 4a edição, tem como objetivos envolver a comunidade e turistas apresentando os dados da temporada reprodutiva das tartarugas marinhas.

A realização da IV Carebada Cultural  acontece amanhã, sábado (01), a partir das 18h, na Praça do Museu Histórico, em Regência, foz do Rio Doce. No evento estão previstas apresentações de congo, teatro e circo, shows musicais, wrkshop sobre música, exposição de artesanato e trabalhos de pintores naifs locais no museu, desfile de moda, projeção de filmes e a apresentação dos dados da temporada reprodutiva das tartarugas marinhas de 2016/17 e 2017/18 até o momento, por meio de projeção e exibição dobtartarugômetro.

A programação terá início às 15h00 com um workshop temático (roda de conversa) “Música Capixaba, Meio Ambiente e Processos Criativos”, que reunirá músicos de renome no estado, como Carlos Papel, além de artistas regionais.

Às 18h00 a programação retorna com as apresentações artístico-culturais como a da banda de congo adulto e mirim de Regência; a abertura da exposição de artes no museu; espetáculos circenses e de teatro; desfile de moda do grupo produtivo local “Pimenta Nativa”; lançamento de  livros; exibição de filmes com abordagens socioambientais e culturais; apresentação dos dados reprodutivos das tartarugas marinhas e show de novos talentos musicais da vila de Regência, considerada por muitos como ‘mágica’.

A programação terá início às 15h00 com um workshop temático (roda de conversa) “Música Capixaba, Meio Ambiente e Processos Criativos” com apresentações do Quarteto Quarto Crescente, de Vitória – liderado pelo compositor e cantor Carlos Papel; os músicos linharenses Guto Frigini e Thayná Rangel; Dalcenir Porto e regional homenageando o compositor e canto Jose Monteiro (Vassoura); e Cainã Morelato com músicas do seu novo CD. Fechando a programação, shows acústicos de Ian Macedo (músico local, banda Natividade) e Alternativos Reggae – banda local -, com repertórios de rock-congo e reggae.

O evento Carebada Cultural, em sua 4a edição, tem como objetivos envolver a comunidade e turistas apresentando os dados da temporada reprodutiva das tartarugas marinhas, promovendo a sensibilização socioambiental por meio da arte e da cultura, os artistas locais e regionais, assim como o turismo ambiental e cultural na comunidade de Regência Augusta, berço das tartarugas gigantes, da arte naif e do herói nacional Caboclo Bernardo.

Um pouco mais sobre os artistas

Quarteto Quarto Crescente – Formado por artistas com carreira consolidada no cenário capixaba – Marcos Coco (Moxuara),

Dão Borba (Grupo Imã), Carlos Papel (carreira solo) e Aloyr Junior (VozzMania), o grupo O

Quarto Crescente simboliza o encontro não só de músicos e compositores dos mais representativos de uma geração do Espírito Santo, mas de grandes amigos afinados no palco e na vida. O grupo tem o conjunto vocal como característica marcante, com um trabalho instrumental de padrão acústico com violões de aço, nylon e viola e suporte do cajon (carron) e efeitos percussivos. No repertório, composições autorais dos integrantes Marcos Coco e Carlos

Papel e parcerias, produzidas e gravadas ao longo das últimas quatro décadas pelo Grupo Imã, Marcos Côco, Pedro de Alcantâra, Carlos Papel, dentre outros, integram o imaginário da nossa terra.

O projeto do grupo, de circulação cultural, foi contemplado pela Secretaria de Cultura do Estado, tem como objetivo fomentar o investimento na memória musical do Estado do Espírito Santo e

resgate histórico de um tipo de cancioneiro produzido no estado e consiste em uma circulação do espetáculo musical homônimo por três regiões que fazem o traçado do Rio Doce. O grupo já

se apresentou em Colatina e em Linhares, no Centro Cultural Nice Avança. A próxima apresentação será em Regência Augusta, dentro do projeto Carebada Cultural. O grupos pretendem dialogar com essa região atingida com o desastre ambiental ocasionado pelo

rompimento da barragem de Fundão em Mariana, no episódio que completa três anos, é uma das motivações desse projeto na medida em que há explícita consonância entre as canções cantadas pelo grupo, com temas em torno do espaço regional – paisagens interioranas e rurais nas “Alumiando”, “Lendas Itapaboanas” e “Povo da terra brasil”, com a visão crítica à exploração predatória dos recursos naturais, e até homenagens à região do rio doce, com a conhecida “Sol da manhã” de Carlos Papel.

Guto Trigini (Foto de capa) – violonista com 40 anos de carreira – e Thayná Rangel – intérprete que utiliza sua voz como um afinado instrumento musical. São músicos linharenses que dedicam seu trabalho em divulgar a boa música popular brasileira formando novos músicos e cantores em sua escola de música e fazendo shows em eventos diversos. Confira em https://pt- br.facebook.com/guto.frigini

Cainã é um novo cantor e compositor independente de Linhares (ES), que recentemente concorreu ao projeto de apresentação em Portugal com o seu primeiro disco “Morador do Mato”, (2015). No último minuto de 31/12/2017 lançou na no mercado virtual seu mais novo trabalho com a banda Cainã e o grupo do espelho. Suas influências variam do folk ao samba, e seu som mistura elementos do rock com todas elas.

Dalcenir Porto é conhecido pelos frequentadores de Regência por comandar o carnaval e o verão com sua lendária e poética Fubica. Toca com músicos profissionais da região como Carlos Casér (cavaquinho e sopros) e o maestro Zé Elpídio, entre outros, que farão uma homenagem ao poeta, cantor e principal compositor do Fubica, “Vassoura”, o qual tem em Regência Augusta sua fonte de energia e inspiração musical.

Ian Macedo herdou do seu avô, o saudoso artista popular Miúdo, toda a musicalidade e swing. É líder da banda local Natividade, formada por jovens músicos nativos da terra das carebas –

Regência Augusta – que misturam a musicalidade de sua cultura, o congo, com influência do reggae, rock e MPB. A banda Alternativos Reggae, liderada pelo guitarrista Elder Caçapa, é formada por jovens

músicos locais que o Reggae e o swing como base do seu repertório.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *