linhares e Encontro para preparação do Plano de Convivência com a Seca no ES acontece nesta terça-feira foto secom linhares
Geral

Encontro para preparação do Plano de Convivência com a Seca

 

 

 

 

   

Produtores rurais de Linhares e região Norte, além de empresas ligadas ao setor do agronegócio e instituições que compõem a cadeia agrícola produtiva, se reunirão nesta terça-feira (27/2) para encontro referente à preparação do Plano de Convivência com a Seca no Espírito Santo. O evento é uma iniciativa da Agência Estadual de Recursos Hídricos (Agerh), em parceria com a Secretaria de Agricultura de Linhares, e acontecerá no auditório do Sicredi, a partir das 17 horas.

A proposta visa minimizar os impactos nos períodos de estiagem, e a reunião fará parte das ações desenvolvidas pelo Grupo Técnico de Contingenciamento e Mitigação dos Impactos da Seca e da Estiagem no Espírito Santo (GTSECA), criado pela Agerh. O objetivo é intensificar a gestão de recursos hídricos, o acompanhamento e o desenvolvimento das ações necessárias nos períodos de estiagem e seca no Estado.

Durante a programação serão apresentados possíveis cenários de repetição do fenômeno da seca na região norte, incluindo Linhares, e será proporcionada troca de experiências dos usuários de recursos hídricos que poderão sugerir ações para fazer parte da elaboração do Plano de Convivência com a Seca.

O secretário de Agricultura de Linhares,  Dr. Fabrício Fardin, disse que a parceria entre a Agerh e a Prefeitura de Linhares para desenvolver ações de convivência com a seca, é de extrema importância para Linhares e seus agricultores, pois a prevenção de danos que uma longa estiagem pode resultar, a exemplo de perdas consideráveis na produção agrícola, é vital para toda a sociedade.

“Além do mais, a seca aumenta a incidência de incêndios florestais, colocando em risco ecossistemas naturais e propriedades humanas, e temas de controle e prevenção a estes sinistros serão tratados. Esta parceria aumenta a eficácia das ações”, aborda o secretário. Fotos: SECOM e Pixabay.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *