Ciclista internado após queda de passarela na BR-101 está com problemas de audição
Geral

EM LINHARES (ES) Ciclista internado após queda de passarela na BR-101 está com problemas de audição

 

 

 

 

 

   

 

Jefferson Carriço Queiroz estava voltando de um banco, em cima de uma bicicleta, quando a estrutura caiu, por volta das 21h da última quarta-feira (7).

O ciclista Jefferson Carriço Queiroz, de 27 anos, que ficou ferido após uma passarela ser derrubada por uma carreta na BR-101, em Linhares, na região Norte do Espírito Santo, enfrenta problemas de audição após o acidente.

A informação é do vizinho de Jefferson, o empresário Júlio César Parmainni, que estava ao lado da família do jovem e contou sobre o acidente que deixou o rapaz ferido, ocorrido na última quarta-feira (7).

De acordo com ele, Jefferson, que trabalha com transporte de alimentos, estaria voltando de um banco, em cima de uma bicicleta, quando a passarela caiu, por volta das 21h. “Ele estava vindo do banco para casa, ele tinha ido ao banco ver o extrato e se tinha caído o pagamento dele. Ele está sempre de bicicleta, foi nesse momento que ocorreu o acidente”, relatou.

Segundo Júlio Cesar, o vizinho foi socorrido instantes depois da queda da passarela por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levado ao Hospital Rio Doce, onde segue internado.

As irmãs e a mãe de Jefferson foram se juntar a ele no hospital, e ficou a cargo de Júlio César recolher a bicicleta do amigo, que ficou entre os escombros da passarela.

No momento do acidente, Júlio Cesar estava com um sobrinho de Jefferson e precisou deixar a criança em casa, com a esposa e a própria filha, para ir recolher a bicicleta.

Ele esclarece que Jefferson não quebrou as pernas, mas teve lesões nos dois membros, além de estar com a audição de um dos ouvidos afetada.

“Ele está com lesões nas duas pernas e na cabeça, e não está ouvindo bem em um dos ouvidos”, disse.

Ele informou ainda que o jovem segue hospitalizado e tem contato com familiares apenas em momentos de visita, uma vez que a família não pode acompanhá-lo no hospital.

“A família não pode acompanhar, só vê ele nos momentos de visita. Como somos amigos e vizinhos, prezamos um pelo outro”.

O condutor da carreta recebeu duas multas que somam R$ 488,70 e perdeu 12 pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Segundo o inspetor Costa Negro, da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o condutor não possuía Autorização Especial de Trânsito (AEP). O documento é necessário para qualquer veículo que necessita transitar acima das dimensões estabelecidas.

Fonte e foto via: https://folhavitoria.com.br/geral/noticia/02/2024/ciclista-internado-apos-queda-de-passarela-na-br-101-esta-com-problemas-de-audicao

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *