EM LINHARES (ES) Bananeira com três cachos de uma vez chama atenção fotos via folha vitória e Pixabay
Geral

EM LINHARES (ES) Bananeira com três cachos de uma vez chama atenção

 

 

 

 

  

   

 

Um fenômeno está chamando a atenção dos vizinhos da produtora rural Matilde Aparecida Garabelli, localizada em São Rafael, em Linhares. Uma bananeira produziu três cachos de bananas ao mesmo tempo. Enquanto a maioria dos cultivares geralmente produz apenas um cacho por haste ou pé, a ocorrência de três cachos na mesma planta gerou grande curiosidade na região. Matilde relata que cada cacho produziu em média 13 pencas de banana, resultando em um total de 12 a 16 bananas por penca. Segundo Anderson Martins, pesquisador do Incaper, a produção de dois ou mais cachos em uma única bananeira é um fenômeno conhecido como dicotomia.

Fenômeno é chamado de dicotomia

A produtora Matilde Garabelli, em busca de mudas de banana, recorreu a amigos na Bahia, onde relataram que as plantas produziam mais de dois cachos de banana. Apesar de terem sido obtidas duas mudas, apenas uma sobreviveu, enquanto a outra sucumbiu devido à exposição excessiva ao sol.

Esse fenômeno de desenvolvimento de um cacho adicional em uma bananeira atraiu a atenção da comunidade local. Matilde Aparecida Garabelli, produtora na agricultura familiar de cacau e café em Linhares, Espírito Santo, compartilha:

“Recebemos muitos vizinhos curiosos para ver a bananeira. As pessoas tiravam fotos e gravavam vídeos porque é algo incomum por aqui; é raro testemunhar essa situação”.

O pesquisador do Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper), Anderson Martins, revela que para saber a variedade é preciso fazer uma análise botânica, especialmente quando se trata de espécies que apresentam o fenômeno da dicotomia.

“Para determinar a variedade, é essencial realizar uma análise botânica detalhada”, destaca. Ele explica que algumas plantas ornamentais possuem materiais mais primitivos que propiciam esse fenômeno, resultando na produção de dois ou mais cachos a partir de uma única muda.

A dicotomia, conforme explicado por Martins, é um processo de divisão celular que resulta na bifurcação da planta. Embora não seja um fenômeno comum, a dicotomia é considerada comum. “Já vi casos de até cinco cachos em uma única planta. Embora não seja frequente, é um fenômeno que pode ocorrer”, compartilha Martins.

Quanto ao consumo do fruto, Martins tranquiliza, afirmando que o fenômeno da dicotomia não afeta a qualidade ou a segurança alimentar. “O fruto pode ser consumido normalmente, sem qualquer preocupação”, garante o pesquisador. Ilustração: Pixabay.  Fonte e foto: https://www.folhavitoria.com.br/economia/agro-business/2024/04/27

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *