Geral SAÚDE

10 VÍDEOS – Guedes diz que Brasil pode entrar em colapso; Bolsonaro alerta STF que Brasil pode entrar em grave crise social porque não pode mais intervir nos estados; Regina Duarte também em ataques por todos os lados e as principais notícias do dia

Bolsonaro alerta STF que Brasil caminha para grave crise social (Continua).

 

  “Temos que nos preocupar com vida, sim, mas também com empregos”, diz Bolsonaro.

 O presidente da República, Jair Bolsonaro, pediu ajuda ao Supremo Tribunal Federal (STF) para reduzir as medidas restritivas impostas pela pandemia do novo coronavírus.

 O pedido aconteceu em reunião surpresa com o presidente do STF, Dias Toffoli. Bolsonaro estava cercado por empresários e ministros do governo.

 De acordo com Bolsonaro, o Brasil está caminhando para uma grave crise social por causa da forte desaceleração da atividade econômica. (Continua).

  O presidente chegou a alertar para riscos de saques e distúrbios sociais violentos, e acrescentou:

 “Temos que nos preocupar com vida, sim, mas também com empregos. Porque emprego é vida. Um país onde a economia não anda, a expectativa de vida vai lá para baixo.”

 “Todos nós seremos esmagados por isso daí”, alertou Bolsonaro, falando das consequências econômicas do amplo isolamento social adotado por perfeitos e governadores.

  

  Economia do Brasil tem risco de colapsar, diz Guedes

  “Não queremos o risco de virar Venezuela. Não queremos o risco sequer de virar Argentina”, diz Guedes.

 O ministro da Economia, Paulo Guedes, alertou, nesta quinta-feira (7), para o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, sobre o temor da área econômica do governo de um possível “colapso” da indústria. (Continua).

 

  Ao lado de Guedes, o presidente da República, Jair Bolsonaro, caminhou, nesta quinta-feira (7), até o prédio do STF.

 Guedes declarou:

“O presidente sempre alertou para essa segunda onda. Nós conseguimos, através de várias medidas por orientação do presidente, preservar vidas e empregos.”

E questionou:

“Para preservar os sinais vitais da economia brasileira. A economia ainda está pulsando por causa dessas camadas de proteção que nós lançamos. Agora qual a duração desse efeito?”

O ministro completou:

“Talvez os sinais vitais não consigam ser preservados por tanto tempo. Talvez a indústria entre em colapso antes.”

 

  Mandetta não vê motivos para Bolsonaro exibir exames de coronavírus

  “Se for uma coisa só por curiosidade, acho que fica resguardado o direito do paciente”, diz Mandetta.

 Henrique Mandetta, ex-ministro da Saúde, afirmou que não vê “utilidade” na divulgação do resultado dos testes de coronavírus do presidente da República, Jair Bolsonaro.

Em entrevista à emissora CNN, na manhã desta quinta-feira (7), Mandetta declarou:

 “Eu não sei a utilidade. Qual é a utilidade fática? Se for uma coisa só por curiosidade, acho que fica resguardado o direito do paciente.”

 O ex-ministro continuou a criticar a obrigatoriedade de divulgação do exame: (Continua).

  “Se tem uma ordem judicial, o presidente deve se relacionar com os advogados, juízes… Isso é uma coisa que diz respeito à Advocacia-Geral da União. […] Não consigo entender no que isso seria determinante, mas o juiz deve ter suas razões.”

 Mandetta citou o seu próprio caso para exemplificar a situação.

“Eu fiz alguns exames. O meu deu negativo. Não tenho nem o papel”, completou o ex-ministro.

 Nesta quarta-feira (6), André Nabarrete, desembargador do Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF-3), decidiu manter uma determinação da Justiça Federal de São Paulo que obriga o presidente Bolsonaro a entregar “os laudos de todos os exames” realizados para detectar o coronavírus, como noticiou a RENOVA. (Continua).

 

   ‘Festas do coronavírus nos EUA’: Washington emite alerta

  “Ainda não se sabe se as pessoas que se recuperam da covid-19 permanecem imunes a longo prazo”, diz autoridade de saúde norte-americana.

  As autoridades do estado de Washington, nos Estados Unidos, alertaram, nesta quarta-feira (6), sobre supostas “Festas do Covid-19”.

 John Wiesman, secretário de saúde do estado, explicou que nestas festas os participantes intencionalmente contraem o coronavírus para se tornarem imunes.

Em conversa com a imprensa, Wiesman declarou:

“Reunir-se em grupos no meio dessa pandemia pode ser incrivelmente perigoso e coloca as pessoas em risco aumentado de hospitalização e até morte.”

 E, segundo a agência France-Presse, acrescentou:

 “Ainda não se sabe se as pessoas que se recuperam da covid-19 permanecem imunes a longo prazo. Ainda não sabemos muito sobre esse vírus, incluindo quaisquer problemas de saúde a longo prazo que a infecção possa deixar para trás.”

 Recentemente, autoridades do condado norte-americano de Walla Walla relataram que alguns dos quase 100 casos na região parecem ter sido infectados nestas festas.

    Lei de combate a fake news no Ceará é vista com preocupação

   Cidadãos cearenses podem ser punidos em até R$ 2.240 por propagar supostas fake news nas redes sociais.

  O governador Camilo Santana (PT – Foto abaixo) , do Ceará, sancionou uma lei aprovada na Assembleia Legislativa que criminaliza a propagação de fake news.

 A lei estabelece multa de R$ 224 a R$ 2.240 para quem, intencionalmente, “divulgar por meio eletrônico ou similar notícia falsa sobre epidemias, endemias e pandemias no estado do Ceará”.​

 Na mesma semana, o governo anunciou a criação de uma agência de checagem de dados, com o objetivo, segundo a administração cearense, de verificar se a notícia é ou não verdadeira e publicar a explicação “correta”.

 A movimentação do governo cearense para aplicar punições contra “fake news” foi vista com desconfiança até mesmo por organizações claramente alinhadas à esquerda. (Continua).

 

  Marcelo Träsel, presidente da Abraji (Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo), por exemplo, alertou que a lei pode criar mais problemas do que solucionar:

 “Além disso, há muitas autoridades no Brasil que consideram a ciência em torno da Covid-19 algum tipo de conspiração. Um promotor ou juiz negacionista poderia considerar uma notícia ou manifestação em rede social relatando a situação em UTIs ou defendendo o isolamento social, por exemplo, como notícias falsas.”

 Maria José Braga, presidente da Fenaj (Federação Nacional dos Jornalistas), também criticou a legislação:

 “Ela é bastante temerária, principalmente porque atribui aos veículos de comunicação —e, portanto, aos jornalistas— a produção e disseminação das inverdades travestidas de notícias.”

 

BNDES destina R$4 bilhões para financiamento de pequenas empresas

 Os pequenos negócios estão entre os mais atingidos no Brasil pela desaceleração econômica causada pelo coronavírus.

 O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) destinará R$ 4 bilhões a gestoras de recursos focadas no financiamento de pequenas empresas.

 A medida, que está presente em documento divulgado nesta quarta-feira (6), busca ajudar o número crescente de pequenas empresas a enfrentar a crise gerada pela pandemia de coronavírus.

 

  Os pequenos negócios estão entre os mais atingidos no Brasil pela desaceleração econômica. O BNDES informou que investirá em até 10 fundos de crédito privado, que serão selecionados nas próximas semanas.  Comumente financiados por investidores institucionais, estes fundos buscam fornecer uma alternativa aos empréstimos bancários para empresas pequenas demais para se financiar por meio de emissão de dívida ou oferta de ações, destaca o portal Terra.

 

‘Paulo Freire representa fracasso da educação esquerdista’, diz Weintraub

“Um dia, o Brasil terá outro patrono da educação!”, disse o ministro Weintraub.

 O ministro da Educação, Abraham Weintraub (Foto), flertou com a possibilidade de retirar um mural do patrono da educação brasileira, Paulo Freire, que fica em frente ao Ministério da Educação (MEC).

 

  Em mensagem no Twitter, Weintraub afirmou, nesta quarta-feira (6), que Freire “representa o fracasso da educação esquerdista”:

“Devemos retirar o mural de Paulo Freire em frente ao MEC? Acho que deve ser mantido, até que o Brasil deixe de ser o PIOR país na América do Sul (PISA 2018).”

O titular do MEC acrescentou:

“Paulo Freire representa o fracasso da educação esquerdista (FHC+PT). Um dia, o Brasil terá outro patrono da educação!” A publicação ainda trouxe foto do imperador Dom Pedro 2º, com a frase:  “Se não fosse imperador, desejaria ser professor. Não conheço missão maior e mais nobre.”

 

  Bolsonaro vai a pé ao STF para reunião com Toffoli fora da agenda

  Bolsonaro disse no Facebook que levou os “anseios da população” ao presidente do STF.

  O presidente da República, Jair Bolsonaro, caminhou, nesta quinta-feira (7), até o prédio do Supremo Tribunal Federal (STF). A visita ao Supremo, que estava fora da agenda oficial, ocorre em meio a uma guerra institucional entre Executivo e Judiciário.

 De acordo com a assessoria de comunicação do STF, Bolsonaro comparece a reunião marcada de última hora com o chefe da Corte, o ministro Dias Toffoli.

 O presidente foi acompanhado do ministro da Economia, Paulo Guedes, empresários e representantes do setor industrial.

 Por medida de segurança e também em razão da pandemia do coronavírus, a imprensa não foi autorizada a entrar no STF. Bolsonaro, no entanto, está transmitindo em suas redes sociais a reunião de última hora com Toffoli, no STF.

 

Bolsonaro assina Decreto como construção civil como atividade essencial

 O presidente da República, Jair Bolsonaro, assinou, nesta quinta-feira (7), um decreto que coloca o setor de Construção Civil no rol de atividades essenciais. Após participar de reunião com empresários no Supremo Tribunal Federal (STF), Bolsonaro disse que outras categorias serão incluídas “nas próximas horas e nos próximos dias”.

 Ele afirmou que está fazendo isso para que esses setores possam funcionar durante a pandemia. Ressaltou que o funcionamento de atividades que não estão listadas no decreto de atividades essenciais é decidido por Estados e municípios, por determinação do STF.

 “Alguns Estados exageraram, mas não estou brigando com ninguém”, afirmou Bolsonaro. “Vamos colocar novas categorias com responsabilidade e observando as normas do Ministério da Saúde. Porque senão, depois da UTI, é o cemitério, e não queremos isso para o Brasil”, completou.

 

Regina descarta demissão: “As pessoas têm uma certa ansiedade em me ver fora”

 Regina Duarte disse à CNN que não tratou de demissão na reunião com Jair Bolsonaro.

  Ela afirmou que permanece à frente da Secretaria Especial da Cultura e chamou os rumores acerca de sua eventual saída de “narrativa”.

“Demissão? Não, nada disso. Isso é uma narrativa que corre lá fora, pelo mundo. As pessoas têm uma certa ansiedade em me ver fora”, afirmo

“Estava um clima super bom, ele [Bolsonaro] estava super animado, feliz leve, rindo. Ele está sempre rindo, né?”

 

Presidente do STJ é contra obrigar Bolsonaro a entregar laudos

   João Otávio de Noronha disse nesta quinta, em entrevista ao site jurídico Jota, que Jair Bolsonaro não deve ser obrigado a entregar os laudos de todos os exames de coronavírus.

Decisão da Justiça Federal, mantida pelo TRF-3, determinou que Bolsonaro torne públicos os seus laudos, o que ele se recusa a fazer.

 “Não é nada republicano querer exigir que o presidente dê os seus exames”, disse Noronha, que pode vir a julgar o caso –uma das possibilidades discutidas pelo governo é de entrar com recurso no STJ, o que pode levar o caso diretamente para o gabinete do presidente do tribunal.

“Outra coisa, já perdeu até a atualidade. Se olhar –não sei como está lá–, o que adianta saber se o presidente teve ou não coronavírus se foi lá atrás [sic] os exames?”, indagou o ministro.

Noronha afirmou ainda que o cargo público “não pode querer entrar nas entranhas da pessoa que o exerce”.

 

 Argentina diz se opor a ‘abertura frívola’ do Mercosul

 Os representantes dos países do Mercosul realizaram nesta quinta-feira, 7, uma reunião por videoconferência para decidir como será a negociação dos acordos de livre comércio.

O representante da Argentina, o secretário Jorge Neme, disse no encontro que o Mercosul deve estar conectado com o mundo, mas proteger seus setores sensíveis e não fazer uma “abertura frívola” da economia.

 

PF marca para quarta depoimento de Zambelli no caso Moro

A Polícia Federal marcou para a próxima quarta-feira, 13, o depoimento de Carla Zambelli no inquérito que apura as acusações de Sergio Moro a Jair Bolsonaro.

 

   A deputada será ouvida às 15h de quarta no edifício-sede da PF, em Brasília

 

Entidades de policiais falam em “risco de instabilidade institucional”, se Bolsonaro vetar lei que excluiu profissionais de congelamento

  Entidades representantes de PMs, Bombeiros, Guardas Municipais, Polícias Civis, PRF, PF, Polícias Penitenciárias e Agentes Socioeducativos estão falando em “risco de instabilidade institucional”, caso Jair Bolsonaro vete os artigos que excluem essas categorias do congelamento salarial do funcionalismo.

Alegam que a decisão do Congresso Nacional foi “democrática” e que os profissionais de segurança pública estão “diuturnamente expostos a riscos de toda ordem”, inclusive ao “contágio e à morte por complicações da SARS-COV-2”.

A nota pública, chamada de “manifesto”, parece mais uma ameaça ao presidente da República.

 

Maitê Proença fala sobre piti de Regina Duarte, também sob ataque de todos os lados 

  Em uma live no Instagram com a diretora Adriana Dutra, Maitê Proença falou do piti de Regina Duarte, que se recusou a ouvi-la durante sua entrevista à CNN.

 “Ela não quis ouvir”, disse a atriz. “A cultura está perplexa com a falta de informação, com esse silêncio abissal em relação a uma política para o setor.”

Maitê lembrou ainda as mortes recentes de Aldir Blanc, Flávio Migliaccio, Moraes Moreira e Rubem Fonseca (“a nossa secretária de Cultura não disse uma palavra!”) e afirmou ter sido a primeira a defender Regina.

 

Bolsonaro diz que pode recriar Ministério da Segurança Pública

  Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira, 7, que considera recriar o Ministério da Segurança Pública, separando-o da Justiça.

O presidente disse ter conversado com o ministro responsável pelas duas áreas, André Mendonça. “Ele disse que sem problema.

 

 Foragido da operação Mercadores do Caos foi auditor-fiscal

  Um dos alvos da Operação Mercadores do Caos está foragido. Trata-se de Glauco Octaviano Guerra, que se aposentou como auditor-fiscal em dezembro passado. Ele é sócio da MHS Produtos e Serviços, uma das empresas com contratos suspeitos para o fornecimento de respiradores.

Guerra chegou a ser chefe substituto da Delegacia da Receita em São Paulo e julgador da oitava turma do órgão. No Rio, estava sendo investigado pela Corregedoria da Receita.

Ao todo, foram presos os empresários Aurino Batista de Souza Filho (A2A Informática) e Cintihya Silva Neumann (Arc Fontoura Ind. e Com.), além do ex-subsecretário de Saúde Gabriell Carvalho Neves Franco dos Santos e seu substituto no cargo Gustavo Borges da Silva. E cumpridos 13 mandados de busca e apreensão.

 

 Bolsonaro diz que não aumentará a Cide

 Apesar da demanda do setor sucroalcooleiro, Jair Bolsonaro anunciou nesta quinta-feira, 7, que não elevará a Cide (Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico), que incide sobre o preço da gasolina.

Segundo o presidente, a “política de aumento de impostos” não faz parte do modelo de atuação dele e de Paulo Guedes.

 

 Live de Bolsonaro é interrompida por problemas técnicos

  A live de quinta-feira à noite feita por Jair Bolsonaro em sua página no Facebook foi interrompida por problemas técnicos hoje, 7.

A conexão de internet do presidente falhou duas vezes antes que a exibição contínua chegasse a cinco minutos, e Bolsonaro acabou encerrando a transmissão, que fazia ao lado de Pedro Guimarães, o presidente da Caixa.

“Peço desculpas, mais uma vez tivemos problema com a internet aqui. Semana que vem, é missão para o meu pessoal aqui, vai estar resolvido esse problema, que não é a primeira vez que acontece”, disse o presidente. Fontes: G1, Renova Mídia, O Antagonista e Uol. Fotos: Renova Mídia e redes sociais.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *