Veterinário diz que Janja queria que resgate de Caramelo esperasse sua chegada fotos reprodução instagram e Pixabay
FAZ-ME RIR

Veterinário diz que Janja queria que resgate de cavalo Caramelo esperasse sua chegada

Sitio Nova Venécia -VENDE-SE

 

 

 

  

 

Especialista em equinos que participou do salvamento negou que Exército tenha auxiliado.

Ao lado do humorista Nego Di, o veterinário Bruno, que participou do resgate do cavalo mais querido do Brasil, Caramelo, disse que o Corpo de Bombeiros foi o responsável pelo salvamento. De acordo com ele, a primeira-dama, Janja da Silva, queria que os voluntários aguardassem a sua chegada para que ela salvasse Caramelo de helicóptero. Eles, contudo, optaram por não esperar, visto que o equino já estava ilhado sobre um telhado no bairro de Canoas, no Rio Grande do Sul, há quatro dias.

Nego Di e Bruno gravaram o vídeo em questão ao lado de Caramelo, diretamete do Hospital Veterinário da Ulbra. No conteúdo, o humorista explica que o veterinário foi o responsável por anestesiar o animal e pede que ele dê detalhes sobre o salvamento.

Bruno explica que quem salvou o cavalo foi a equipe do capitão Franco, do Corpo de Bombeiros, junto dele. Ele ainda negou a participação do Exército e contou que, após o salvamento, figuras relacionadas ao governo quiseram capitalizar politicamente sobre o ocorrido.

– Tinha um pessoal lá que quando a gente chegou, eles queriam que a gente não chegasse perto do cavalo, porque a primeira-dama tinha mandado um helicóptero pra salvar. Tipo assim, deixa ele sofrer mais um pouquinho, pra ser a primeira-dama, não faz assim, mais meia horinha, já aguentou cinco dias. E aí como deu tudo certo, eles disseram que nós fomos mandados por eles, mas isso não é verdade – declarou Bruno.

Segundo Nego Di, Caramelo permanecerá no Rio Grande do Sul, e a Ulbra será responsável pelos cuidados.  Fonte: https://pleno.news/brasil/cidades/veterinario-diz-que-janja-queria-que-resgate-de-caramelo-esperasse-sua-chegada.html  e

  Fotos: Reprodução Instagram e Pixabay.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *