ramon-rocha-assina-com-o-palmeiras-
Esportes

Atacante capixaba assina contrato profissional com o Palmeiras

Natural de Baixo Guandu, Ramon Rocha, de 18 anos, assinou seu primeiro vínculo profissional com o clube paulista, com duração até o fim de 2021.

Da promissora dupla de Baixo Guandu, faltava apenas Ramon Rocha assinar seu primeiro contrato profissional. No ano passado, o meia Pedro Obermüller, o Pedrinho, assinou o vínculo profissional com o Grêmio, aos 16 anos, e na terça-feira (19) foi a vez do atacante do Palmeiras realizar o sonho de infância, no dia em que completou 18 anos.

O contrato de Ramon Rocha com o clube paulista vai até o fim de 2021, mas o valor da multa rescisória não foi revelado pelo Palmeiras. Desde 2015 no time alviverde, o capixaba hoje integra o sub-20 e sonha agora em chegar ao elenco profissional.

“Foi uma coincidência ter assinado no dia do meu aniversário. Foi o melhor presente da minha vida (risos). Eu vinha trabalhando muito para isso. É um momento incível na minha vida. Agora é dar continuidade aos meus objetivos e trabalhar para chegar ao time profissional”, afirmou Ramon.

No Verdão, o capixaba foi campeão paulista sub-15, em 2015, e da Copa Cidade Blumenau sub-16, em 2016. No ano passado, depois de marcar seis gols no Paulistão sub-17, o atacante também conquistou dois títulos internacionais, a Scopigno Cup sub-17, na Itália, vencendo o Cagliari na final, e o Mundial sub-17, diante do Real Madrid, na Espanha.

Neste ano, foi fez quatro gols e foi vice-campeão da Copa Santiago de Futebol Juvenil, justamente diante do amigo Pedrinho. Depois de 1 a 1 no tempo normal, o Palmeiras perdeu para o Grêmio nos pênaltis, por 4 a 1. Foi a primeira vez que os amigos se enfrentaram.

“Ele (Pedrinho) foi um dos primeiros a me mandar mensagem quando assinei o contrato. Quando ele assinou o dele eu também liguei na hora! Nós voltamos no tempo ontem, lembrando que a gente batia bola na rua juntos e os tempos lá da escolinha (Estrelinha Multiplic) e que agora estamos com contrato profissional em dois clubes gigantes”, lembra Ramon, em entrevista ao tribuna online.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *