Economia

PRÉDIO DE R$ 44 MILHÕES EM LINHARES – edifício residencial de alto padrão da Apex Realty

 

 O município de Linhares, no Norte Capixaba e de cerca de 178 mil habitantes (Censo de 2020) é conhecido por ser a capital do agro capixaba, com grandes produtores de café, cacau e mamão. (Compartilhe essa notícia para que mais pessoas saibam)

 Mais recentemente, a cidade também passou a atrair grandes indústrias e multinacionais que investirão mais de R$ 3 bilhões na cidade até o ano que vem. Esse novo ciclo econômico e aumento do fluxo migratório para Linhares atraiu a Apex Realty, um braço da Apex Partners, que vai investir R$ 44 milhões em um edifício de alto padrão no Centro de Linhares.

O empreendimento Isla, em Linhares, é o primeiro projeto imobiliário desenvolvido pela Apex Realty na região Norte do estado. Considerado um edifício residencial de médio-alto padrão, o Isla já está com as obras em andamento e as vendas estão previstas para iniciar em junho deste ano.

O Isla terá 6,8 mil metros quadrados de área privativa e 11,4 mil metros quadrados de área construída. O prédio terá 33 unidades de quatro quartos, que vão de 155 m2 a 177m2, três unidades garden mais amplas, com 188 m2, e duas coberturas lineares de 245 m2. No térreo, os pontos comerciais terão 428 m2.

O empreendimento está localizado no cruzamento entre a Avenida Comendador Rafael com a Avenida Nicola Biancardi, no Centro de Linhares. Pela proximidade de comércios e serviços e acesso rápido às principais vias de acesso à cidade, essa é considerada uma localização considerada privilegiada no município.

O valor médio das unidades está previsto de R$ 1,5 milhão e tem como público alvo casais com filhos que buscam um upgrade na moradia, com infraestrutura mais moderna e lazer completo.

Segundo Marcelo Murad, diretor da Apex Realty, a chegada da Apex em Linhares vai gerar empregos diretos e indiretos para a comunidade local. O objetivo da empresa é investir no mercado imobiliário e trazer um empreendimento compatível com a demanda dos novos e antigos moradores.

“Vamos reforçar o localismo e vamos construir nosso primeiro empreendimento na região enfatizando o elemento água e as lagoas famosas da cidade”, afirma Murad.

Nesse sentido, Mateus Starling, economista e fundador da Apex, acrescenta que “o projeto foi desenvolvido em parceria com imobiliárias locais e pensado para o público de Linhares e vai contar com vagas de veículos maiores, como caminhonetes por exemplo.” (Continua).

 

Como parte do processo de desenvolvimento e aperfeiçoamento desses projetos, a equipe imobiliária contratou nomes relevantes da arquitetura nacional para fazer parte do processo de conceituação, desenvolvimento e diferenciação dos projetos.

Apex já movimentou mais de R$ 1 bilhão no mercado imobiliário capixaba

O empreendimento Isla, em Linhares, é um dos três projetos investidos pelo veículo Apex Realty I, que vai viabilizar empreendimentos em três dos mercados imobiliários mais consistentes e pujantes do Espírito Santo: Vitória (na Praia do Canto), Vila Velha (na Praia da Costa) e Linhares (Centro).

Os três empreendimentos receberão um investimento na ordem de R$ 173 milhões e tem a projeção de gerar R$ 206 milhões em receita.

Para Marcio Zaganelli, Sócio e Head de Distribuição e Relações com Investidores da Apex Partners,  o Apex Realty é mais um grande marco para a área de mercado imobiliário da Apex, que já girou mais de R$ 1 bilhão no mercado capixaba e gerou mais de 18 mil empregos diretos e indiretos.

“Com essa oferta privada, a Apex Partners traz ao mercado a oportunidade do investidor, por meio do investimento no projeto Apex Realty I, ser sócio de três importantes projetos imobiliários de alto padrão localizados em Vitória, Vila Velha e Linhares. Essa modalidade de investimento permite ao investidor rentabilizar o seu capital à partir dos resultados dos empreendimentos em uma excelente relação risco/retorno. Além disso, em um cenário com patamares de inflação mais altos, os investimentos lastreados em ativos imobiliários constituem um dos principais ativos para se proteger da inflação”, afirmou.

Fonte: MUNDO BUSINESS/RICARDO FRIZERA/ Folha Vitória (ES).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *