Economia

HERINGER – fracaça venda para russos e existência da companhia está ameaçada

 Após ter a transação de venda aprovada pela Superintendência-Geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), no último dia 23 de dezembro, a Fertilizantes Heringer comunicou que não houve acordo com os dois grupos russos que tinham interesse em comprar a companhia e a transação não será mais realizada.

  A desistência foi comunicada a investidores em 27 de dezembro passado. A Heringer se instalou em Viana em 1979 e já chegou a representar 20% do mercado brasileiro. (Continua).

 A Heringer entrou em recuperação judicial em 2019 e a venda para os russos era considerada como a última tentativa  de retorno ao mercado. (Continua).

 

 Os investidores seriam os grupos russos Uralkali  Uralchem, que já atuam no setor e se tornariam acionistas majoritários. A Heringer previa uma injeção de capital de até US$ 115 milhões. Após o anúncio, as ações da Heringer chegaram a ter valorização de até  23,68%. (Continua).

 No ano passado a Heringer fechou unidades e demitiu dezenas de empregados. Segundo o jornal Valor Econômico, a morroquinha OCP detém 10% das ações da Heringer A PCS canadense detém 9,5% do controle da empresa.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *