Cinco empresas do agronegócio com atuação no Espírito Santo para acompanhar em 2024 - DUAS EM LINHARES
Economia

Cinco empresas do agronegócio com atuação no Espírito Santo para acompanhar em 2024 – DUAS EM LINHARES E UMA EM RIO BANANAL

 

 

 

 

O agronegócio desempenha um papel central na economia do Espírito Santo, contribuindo por 30% do PIB Estadual e sendo a atividade econômica mais importante em 80% dos municípios capixabas. O setor engloba desde a produção agropecuária e extrativa não mineral até as operações de transporte, comércio e serviços associados à distribuição dos bens produzidos no campo.

 Pensando nesse setor, quais empresas têm potencial para continuar crescendo acima da média do mercado e impulsionar o agronegócio no Espírito Santo? A seguir, listamos empresas do agro que se destacam e são promissoras para acompanhar em 2024.

De empresa produtora de ovos à exportadora de café solúvel

5 – Peterfrut 

Com uma trajetória de três décadas no mercado, a Peterfrut, com sede em Venda Nova do Imigrante, atua no comércio atacadista de frutas, verduras e legumes. Reconhecida como a maior produtora de morangos especiais no Brasil, a empresa criada pelo empresário Aguilar José Peterle atende mercados nos estados do Espírito Santo, Bahia, Pernambuco, Paraíba e Rondônia, estendendo sua influência para 630 municípios.

A Peterfrut estabelece colaborações com mais de 2.700 produtores, concentrando-se na produção e distribuição de uma ampla variedade de frutas, verduras e legumes frescos, incluindo frutas vermelhas congeladas.

Com uma área cultivada de 450 hectares, a empresa se destaca pela capacidade de estocagem de 10.500 toneladas. Além disso, mantém parcerias com famílias agrícolas, acompanhando de perto o processo de cultivo para garantir padrões elevados de produção e controle de qualidade.

4 – Lipetral 

A Lipetral, fundada em 1982 pelos irmãos Carlos Henrique e Marcos Flávio Oliveira em Linhares, é especializada no comércio de máquinas agrícolas, equipamentos, implementos, peças e serviços destinados a empresas e produtores rurais.

Atuando como concessionária autorizada da John Deere, líder mundial em tecnologia e serviços para a agricultura e construção, a Lipetral oferece uma gama de produtos, incluindo tratores, colheitadeiras de grãos, plantadeiras e pulverizadores.

Presente em diferentes localidades, a Lipetral estabeleceu filiais em Venda Nova do Imigrante (ES), Linhares (ES), Teixeira de Freitas (BA) e Eunápolis (BA). A razão para mantermos nossa atenção voltada para esta empresa está no fato da crescente importância da automação na produção agropecuária, em meio a uma era dominada por tecnologias como redes sociais, computação em nuvem, big data e internet das coisas.

Com o crescimento de produtores investindo em grãos e o aumento da produção cafeeira no Espírito Santo, a tendência de investir em maquinários agrícolas ganha ainda mais relevância. Ainda mais em um momento em que os produtores buscam aumentar a eficiência no campo e enfrentam desafios relacionados à escassez de mão de obra no campo.

3 – KerOvos

A KerOvos Alimentos, a maior produtora de ovos do Espírito Santo, iniciou suas atividades em 1974 na cidade de Santa Maria de Jetibá, reconhecida como o município de maior produção de ovos do Brasil.

Iniciando suas operações com 5.000 mil galinhas vermelhas em um galpão com coleta manual, a granja se transformou em uma referência nacional. Hoje, a empresa conta com três unidades de produção, sendo elas independentes com sua própria fábrica de ração e processamento de ovos.

Para atender às exigências de um mercado cada vez mais comprometido com práticas sustentáveis, a KerOvos recentemente investiu em um projeto dedicado à criação de 400 mil galinhas livres. Entre as conquistas mais recentes, destacam-se o aumento da capacidade diária para 5 milhões de ovos in natura, a duplicação da fábrica de ração, atingindo uma capacidade diária de 1.000 toneladas, e o aumento na capacidade de armazenagem de grãos.

2 – AgroCP

Em 1988, três irmãos decidiram empreender e fundaram à AgroCP em Minas Gerais. Desde então, a empresa tem se expandido para outras regiões do Brasil. Especializada na produção de fertilizantes especiais, a sede está localizada em Três Pontas, contando também com uma filial em Santana da Vargem. Em 2021, a empresa se instalou no Espírito Santo com uma unidade fabril em Rio Bananal, um dos maiores municípios produtores de conilon.

Desde sua chegada, a AgroCP já direcionou R$ 50 milhões no Espírito Santo e, em 2023, anunciou investimento de R$ 15 milhões na ampliação da fábrica de Rio Bananal. O foco agora é investir em tecnologias hidrossolúveis.

A unidade fabril, em uma área de 150 mil metros quadrados, possui uma capacidade de armazenamento de 60 mil toneladas de produtos. Além disso, a capacidade de expedição é de 600 toneladas por dia. A atuação da AgroCP se estende em um raio de 650 quilômetros, abrangendo os estados do Espírito Santo, Bahia (com foco no extremo sul), Leste de Minas Gerais e Rio de Janeiro.

1 – Olam Food Ingredients (OFI)

De olho no mercado de café solúvel no Espírito Santo, a multinacional investiu R$ 1 bilhão na construção de uma unidade industrial em Linhares.

Presente em 60 países, a empresa ocupa uma área de 300 mil metros quadrados e tem como meta adquirir aproximadamente 600 mil sacas de café em grão por ano de cafeicultores locais. A matéria-prima é a base de produção da empresa, que processa e exporta produtos a diversos países, com destaque para Estados Unidos, Rússia e Polônia.

Antes da construção da fábrica em Linhares, a empresa de Cingapura implantou dois empreendimentos no território capixaba. Um deles no município de Nova Venécia, que opera desde 2011, e outro na cidade de Muniz Freire, desde 2018.

Com o pleno funcionamento dessa nova indústria, o setor projeta um aumento significativo nas exportações de café solúvel no Espírito Santo, almejando que o estado se consolide como o principal polo de exportação de café solúvel do mundo. Só em 2023, o estado já registrou o envio recorde de 501,7 mil sacas de café solúvel para o exterior.

O interesse de investidores de solúvel pelo Espírito Santo é justificado pela posição do estado como o maior produtor de café conilon do país, principal matéria-prima para a fabricação desse tipo de café. Foto: Divulgação. Fonte: https://www.folhavitoria.com.br/economia/agro-business/2024/01/29

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *