Economia

CERVEJA – Carone retira cerveja de suas lojas por precaução; um morreu e oito homens foram hospitalizados

Um laudo da Polícia Civil confirmou a presença de uma substância tóxica em garrafas de cerveja da marca Belorizontina, da cervejaria Backer, encontradas em casas de pacientes internados com a doença misteriosa. (Continua).

 Segundo o Instituto de Criminalística da Polícia Civil, foi encontrada a substância dietilenoglicol em dois lotes da cerveja. O dietilenoglicol é uma substância anticongelante, de uso comum na indústria. Sua ingestão pode provocar insuficiência renal e problemas neurológicos. (Continua).

 A cervejaria Backer também comercializa produtos no Espírito Santo, inclusive a cerveja Belorizontina. Na última quarta-feira, a empresa negou que a bebida possa ter relação com os sintomas apresentados pelos pacientes. (Continua).

 CARONE – Por precaução, a Rede Carone informou que retirou das lojas a cerveja Beloeizontina. As garrafas do lote do Carone não fazem parte do lote que apresentaram problema, mas a empresa optou em retirar o produto por precaução, informa o Grupo Carone. Foto: Internet – Uarlem Valério – Estadão.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *